em

Municípios do oeste baiano se juntam aos produtores rurais para recuperar nascentes de rios

Depois de São Desidério, será a vez dos municípios de Barreiras, Formosa do Rio Preto, Riachão das Neves e Wanderley fecharem os acordos com a Aiba e Abapa

Reunião Aiba e Abapa com representantes meio ambiente Wanderley. Foto: Divulgação/Abapa
Municípios do oeste baiano se juntam aos produtores rurais para recuperar nascentes de rios
Reunião Aiba e Abapa com secretário de meio ambiente de Barreiras. Foto: Divulgação/Abapa

Com o sucesso da recuperação da primeira nascente de rio em São Desidério, no início do mês, os produtores rurais, por meio da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), estão intermediando acordos de cooperação técnica com mais quatro municípios do Oeste baiano para proteger os recursos hídricos da região. Nesta sexta-feira (16), o secretário de meio ambiente e agricultura de Wanderley, Adailton Guedes, esteve reunido com o diretor executivo da Abapa, Lidervan Morais, e a diretora de meio ambiente da Aiba, Alessandra Chaves, para começar a preparar a parceria com os produtores rurais na revitalização das nascentes. No dia 9 de fevereiro, eles se reuniram com o secretário de meio ambiente de Formosa do Rio Preto, Leanderson Barreto; no dia 6, com o de Barreiras, Demósthenes Júnior; e no dia 30 de janeiro, com o de Riachão das Neves, Fábio Bonfim.

Municípios do oeste baiano se juntam aos produtores rurais para recuperar nascentes de rios
Reunião Aiba e Abapa com representantes meio ambiente Wanderley. Foto: Divulgação/Abapa

“Nosso município quer estabelecer este trabalho com os produtores porque temos muitas nascentes que não dão mais água o que prejudica a vazão do riacho Tijucuçu, que passa dentro de Wanderley. Temos certeza que trará benefícios para toda a região”, explica o secretário de Wanderley, acompanhado do diretor da secretaria, Luiz Carlos de Araújo. Já o secretário de Barreiras, Demósthenes Júnior, considera a parceria fundamental para atingir os resultados na recuperação das matas ciliares e, consequentemente, a melhoria da qualidade e do fluxo da água. “Sem mata ciliar, as nascentes podem secar, margens de rios e riachos desabam e a infiltração de água no solo diminui, reduzindo as reservas de água do solo e do lençol freático. Já realizamos o mapeamento e, agora, com esta parceria, poderemos concretizar mais rapidamente essa proposta de revitalizar 25 das 50 nascentes mapeadas no município”, disse.

Municípios do oeste baiano se juntam aos produtores rurais para recuperar nascentes de rios
Reunião Aiba, Abapa e Sematur riachão das neves para projeto de nascentes. Foto: Divulgação/Abapa

Ao representar a Abapa na reunião, o diretor-executivo Lidervan Morais, acredita que o sucesso da iniciativa dos produtores vai incentivar que outros municípios tenham interesse em aderir na revitalização das nascentes. “Como já vem acontecendo em São Desidério, a ideia é colocar em prática a proteção e recuperação das nascentes levando em consideração a importância desta ação não somente para os agricultores, mas para quem mora na cidade e depende da água do rio”, afirma. Para Alessandra Chaves, da Aiba, a manutenção e recuperação de nascentes e veredas na região possui um valor associado muito maior que somente o ambiental. “A conservação da água, que é um recurso natural de valor também econômico e social, torna-se imprescindível e de responsabilidade de todos nós. Os agricultores têm este foco, de conservar para o presente e futuro”, avalia.

O Projeto de Recuperação e Proteção de Nascentes já foi implantado em São Desidério e em breve, deverá ser realizado também nos demais municípios, prevendo ações em parceria público privada (PPP) para a proteção e recuperação de nascentes, além de um trabalho de educação ambiental com foco na conscientização dos moradores, sobretudo em áreas particulares, com a finalidade de restaurar as Áreas de Preservação Permanente (APP’s) utilizando técnicas como isolamento de nascentes com construção de cercas e plantio de espécies nativas.





Por FOLHAGERAL.COM

Envie sua notícia ou sugestão de pauta para: [email protected] ou conheça nossa história: https://www1.folhageral.com

Sugerido por MGID

Loading...

Publicidade

Lady Oliveira

Policial Militar baiana é a terceira candidata anunciada ao Miss Bumbum 2018 “Tenho total apoio do meu comando”

empreender, ideia

Vai empreender em 2018? Confira 6 dicas tributárias que irão auxiliar a alavancar os negócios