em ,

Polícia Militar da Bahia representa a América Latina em evento de combate à violência na Índia

Foto: Divulgação

A partir da próxima sexta-feira (28), a Polícia Militar da Bahia (PMBA) irá representar a América Latina na Cúpula Mundial Contra a Violência e Extremismo, que ocorrerá em Mumbai, na Índia, até o dia 3 de outubro. A participação no evento surgiu em função da parceria entre a corporação baiana e a organização internacional Arte de Viver, que ajuda os policiais no desenvolvimento das suas atividades, com o fortalecimento de ações que sensibilizem para o autocuidado e autoconhecimento.

A Cúpula tem por finalidade traçar políticas globais de combate à violência. O convite foi feito à Polícia Militar pelo fundador da Associação Internacional para os Valores Humanos, e também da Arte de Viver, Sri Sri Ravi Shankar, juntamente com o líder religioso Dalai Lama. A ideia é que sejam propostas soluções reais, além de estabelecer networks de suporte com outros líderes civis e gestores, como prefeitos, educadores, políticos e executivos da polícia.

O comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, representará a instituição na Índia e esclarece que a iniciativa foi implantada em função da necessidade de combater o suicídio e o estresse na corporação. “A partir da constatação dos efeitos das aulas, foi realizado um convênio para este trabalho que tem como objetivo ajudar a melhorar a qualidade de vida dos policiais”.

O instrutor voluntário da Arte de Viver, Marcel Queiroz, explicou que “o programa feito com a polícia, que se chama Arte de Viver para Militares, já existe em várias partes do mundo, a exemplo dos exércitos da Rússia e Estados Unidos”. Ainda segundo Queiroz, neste trabalho, é realizado um tipo de aperfeiçoamento das tropas. “O curso é completamente voltado para o estresse, que é o mal do século XXI, mas não somos preparados para lidar com ele. A partir de técnicas de respiração, conseguimos diminuir o estresse e os aspectos físicos provocados por ele. É uma técnica que diminui o nível de cortisol no nosso corpo e nos deixa mais tranquilos e promove uma mudança de hábitos também”, ressaltou.

De acordo com o coronel Anselmo, o índice de letalidade entre os policiais baianos que participaram do curso foi reduzido. “A primeira capacitação foi realizada com 40 policiais da Rondesp, e hoje eles conseguem realizar suas atividade de forma mais centrada. Além disso, recebo relatos de comandantes e policiais sobre a mudança promovida por esta iniciativa”, acrescentou.

Durante a Cúpula, o coronel Anselmo Brandão vai apresentar a corporação baiana e os projetos desenvolvidos, a exemplo do Pacto pela Vida, Programa de Resistência às Drogas, ações de combate ao suicídio entre policiais, além da própria parceria com a Arte de Viver.

O instrutor Marcel revelou que a expectativa é de que o número de policiais capacitados chegue a 1.500 até o final o ano. As técnicas do Arte de Viver também serão oferecidas para os policiais que atuam em Feira de Santana, Juazeiro e Ilhéus, a partir do próximo mês.

Novas capacitações

Em Salvador, a partir desta terça-feira (25), 100 policiais irão participar das novas turmas de capacitação das técnicas trabalhadas no programa Arte de Viver para Militares. As aulas serão realizadas até quinta-feira (27), nas sedes do Arte de Viver nos bairros da Pituba e Jardim Apipema, das 7h30 às 11h30. A estimativa é de que no mínimo 1.200 policiais, por ano, sejam capacitados para o enfrentamento das ocorrências de alto risco, com melhoria na qualidade de vida dos profissionais.


Comunicar erro





Sugerido por MGID

Loading...



Da Redação*

*Com colaboração de (jornalista, agência, assessoria ou especialista)

Deixe uma resenha

Assinatura de Acordo de Cooperação Técnica

Abapa celebra Acordo de Cooperação Técnica com prefeitura de Luís Eduardo Magalhães para recuperação de estrada

Zezé Di Camargo e Luciano

Zezé Di Camargo e Luciano dividem palco com amigos em “Histórias”