,

Instalação de escultura de Irmã Dulce abre homenagens em memória aos 25 anos de sua morte

Escultura OSID. Foto: Divulgação

A escultura foi apresentada na última sexta-feira (6), às 18h, durante solenidade em frente ao Memorial Irmã Dulce, em Salvador

Escultura OSID. Foto: Divulgação

As Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), assim como fiéis, devotos e demais admiradores da vida e obra da freira baiana ganharam na última sexta-feira (dia 6), a instalação de uma escultura de Irmã Dulce no alto da sede de sua instituição, no Largo de Roma, em Salvador. A cerimônia, que aconteceu nesta sexta, às 18h, no estacionamento Abaeté 1, localizado em frente ao Memorial Irmã Dulce, abriu oficialmente o calendário de homenagens de 2017 em memória aos 25 anos de falecimento da religiosa. A imagem conta com quatro metros de altura e pesa meia tonelada foi instalada em um dos pontos mais altos da Cidade Baixa, podendo ser vista de bairros como a Liberdade e Santo Antônio Além do Carmo e durante a travessia Ilha de Itaparica-Salvador.

Criada pelo artista plástico Zaca Oliveira, para um presépio da Arquidiocese de Salvador montado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), após a desmontagem a imagem foi doada às Obras Sociais Irmã Dulce. Produzida em 2012, a escultura leva fibra e materiais de modelagem, como carpete, madeira e arame, e recebeu um reforço em sua estrutura para suportar a ação do tempo. “Para ficar mais resistente, ela ganhou peças de metal e um enchimento com fibra e espuma”, explica o gestor de Infraestrutura da OSID e idealizador da iniciativa de instalação da imagem, o engenheiro Jorge Eduardo.

Segundo o capelão da OSID, frei Mário Erky, a instalação da escultura sobre a instituição fundada pela Mãe dos Pobres, e em pleno dia em que a Igreja Católica celebra a Festa de Reis, guarda um significado bastante especial: “A Festa de Reis está associada à estrela que guiou os Reis Magos e ter a imagem de Irmã Dulce sobre a sua Obra significa que ela está abençoando e velando os seus filhos. Em qualquer direção que olharmos, vamos sentir ainda mais forte a sua presença. É um presente para todos nós”, finaliza.

Turismo religioso: Para o assessor de Memória e Cultura das Obras Sociais, Osvaldo Gouveia, a escultura chega também como mais uma atração para a região da Península Itapagipana, já conhecida pela beleza e quantidade de monumentos históricos e religiosos. “A instalação da imagem de Irmã Dulce no alto de sua obra tem um significado muito grande e isto vai atrair ainda mais turistas para a Cidade Baixa”, destacou o assessor.

Sobre as Obras Sociais Irmã Dulce: Entidade filantrópica sem fins lucrativos, as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) são uma espécie de ‘holding social’ constituída por 21 núcleos que prestam assistência à população de baixa renda nas áreas de saúde, assistência social e educação, dedicando-se ainda à pesquisa científica, ensino médico, preservação e difusão da história de Irmã Dulce e gestão de unidades públicas de saúde.

Hoje, a OSID é considerada pelo Ministério da Saúde um dos maiores complexos de atendimento 100% SUS do país, com 4,5 milhões de atendimentos ambulatoriais por ano a idosos, pessoas com deficiência, pacientes sociais, crianças e adolescentes em situação de risco social, dependentes de substâncias psicoativas e pessoas em situação de rua. Em sua sede, em Salvador, são atendidas diariamente cerca de 2 mil pessoas e realizados por ano 9,3 mil cirurgias e 16,5 mil internamentos. Somente na capital baiana, a instituição conta com mais de 2 mil funcionários, além de 320 médicos e 125 voluntários.


B02 622x229





Loading...


Folha Geral é um portal/jornal/revista online conhecido no Brasil e no mundo por abordar os principais assuntos do cotidiano nacional e internacional.

Manifestantes reivindicam melhorias em rodovia de Tabocas do Brejo Velho

Cantora Jessi puxa o Bloco da Favorita ao lado de Preta Gil e Carol Sampaio