em de

Abapa incentiva a participação de parlamentar em Frente que defende a agricultura brasileira

Participação de Tito na FPA
Participação de Tito na FPA. Foto: Divulgação

O Oeste da Bahia tem garantida a participação de representante da região na Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Incentivado pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), o deputado federal, Carlos Tito (AVANTE), participou na manhã desta terça-feira (22) da primeira reunião da Frente formada por membros do Congresso Nacional para debater e apoiar o desenvolvimento da agricultura brasileira. Como parlamentar do Oeste da Bahia, Carlos Tito considera natural a sua participação como deputado federal na FPA, visando ser o laço de estreitamento entre as entidades e os agricultores da região e os debates na Câmara dos Deputados.

“Por saber o quanto a nossa região cresceu e se desenvolveu nas últimas décadas, por causa da produção agrícola, estou à disposição para contribuir com o sucesso dos trabalhos da Frente, que vem garantindo e criando condições para o crescimento sustentável e justo da produção agrícola garantindo mais desenvolvimento para o País”, afirma. A reunião da FPA foi presidida pelo deputado federal Alceu Moreira, que substituiu a então ministra da agricultura, Tereza Cristina, convocada para assumir a pasta no atual governo. Criada oficialmente em 1995, a FPA tem o objetivo de estimular a ampliação de políticas públicas para o desenvolvimento do agronegócio nacional. De composição pluripartidária e reunindo mais de 200 parlamentares, a FPA se destaca pela defesa de quem produz, gera renda e emprego no Brasil.

O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, considera fundamental ter representantes baianos engajados em garantir apoio aos pleitos ligados ao desenvolvimento do agronegócio participem dos debates da FPA. “Essa articulação é importante para mostrar as demandas em pautas que vão ao encontro ao anseio dos agricultores, principalmente das melhorias da logística, comunicação, energia, fundiária, tributária, fitossanitário, dentre outros, que possam impactar diretamente a rentabilidade do setor que mais vem garantindo renda e emprego para os brasileiros no campo e nas cidades”, afirma Busato, que também é vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa).


Comunicar erro



Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite


Conteúdo Abapa

Conteúdo fornecido pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão - ABAPA







segurança, celular

11 hábitos de segurança que todo mundo deveria ter

Musa do Vasco Bia Fernandes

Musa do Vasco Bia Fernandes é vítima de site de prostituição no Brasil