ANTT apreende 10 veículos fazendo transporte clandestino na Bahia
Siga nossas redes

Busque no site

Publicidade

Notícia

ANTT apreende 10 veículos fazendo transporte clandestino na Bahia

Foram abordados 18 veículos e 10 deles transportavam irregularmente 180 passageiros

Leitura: 2 minutos
(Foto: Divulgação/ANTT)
(Foto: Divulgação/ANTT)

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em parceria com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA), apreendeu 10 veículos fazendo transporte interestadual não autorizado de passageiros.

A fiscalização ocorreu de 13 a 15/08, na BR-116, entre os municípios baianos de Tucano, Feira de Santana e Rafael Jambeiro e BR-110, Ribeira do Pombal.

Foram abordados 18 veículos e 10 deles transportavam irregularmente 180 passageiros. Todos foram realocados em ônibus de empresas regulares, com as despesas de passagem pagas pelas empresas flagradas.

Apesar da pandemia, e da redução da atividade econômica, a ANTT já apreendeu cerca de 650 veículos somente em 2020, garantindo transporte seguro para, aproximadamente, 19.500 pessoas. Embora as linhas autorizadas e regulares tenham reduzido a frequência de viagens desde março/2020, o transporte clandestino seguiu na contramão.

A ANTT tem monitorado o transporte clandestino de passageiros utilizando o Canal Verde Brasil, uma rede virtual  inteligente de percepção, acompanhamento e mapeamento de fluxos de transporte nos principais corredores logísticos do país. São pórticos que leem as placas dos veículos na rodovia e dão sua localização em tempo real para as equipes da Agência.

A Agência alerta sobre os perigos de se utilizar o transporte clandestino de passageiros, uma vez que os motoristas destes não possuem treinamento, cumprem jornadas exaustivas de trabalho e os veículos são precários, geralmente apresentando péssimo estado de conservação e manutenção, o que aumenta em quatro vezes a letalidade dos acidentes envolvendo esse tipo de transporte.

Além dos perigos habituais desse tipo de transporte, o perigo maior neste momento, é o contágio pela COVID-19, pois esses veículos clandestinos não seguem as normas sanitárias de prevenção estabelecidas pela Agência, colocando em risco a saúde dos usuários e de toda a sociedade.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quer anunciar? Clique aqui

A Operação Pascal da ANTT segue em todo país e para denunciar o transporte clandestino de passageiros, os usuários podem entrar em contato com a Ouvidoria da Agência pelos canais: WhatsApp (61) 99688-4306; Telefone 166; E-mail [email protected]

*Com Agência de Notícias

Veja também

Notícia

Na trend, trabalhadores compartilham os benefícios que recebem das empresas

Notícia

Estudo aponta que região da Lagoa Azul, em Porto Seguro, deveria ser transformada em unidade de conservação

Notícia

Bahia inicia emissão nesta terça-feira, (9). Só faltam mais dois estados para todo o país aderir ao documento

Notícia

A primeira via do documento é gratuita. A solicitação deve ser feita no portal ou aplicativo ba.gov.br

Publicidade

Publicidade