em

Mais de 112 mil pessoas tiveram a temperatura monitorada por câmeras nas estações de metrô da Lapa e de Pirajá

Na primeira semana de funcionamento das câmeras de medição de temperatura nas estações de metrô da Lapa e de Pirajá, entre os dias 1º e seis de junho, foram monitorados 112.455 passageiros, sendo 50.140 na Estação de Pirajá e 62.315 na estação da Lapa. Do total de pessoas monitoradas, 109 delas apresentaram temperatura maior ou igual a 37,8º C, o que pode indicar a infecção do novo coronavírus. Na estação de Pirajá, 37 passageiros apresentaram temperatura alterada, e, na Lapa, outras 72. Na contraprova do monitoramento, na primeira estação, 10 passageiros confirmaram o estado febril e, na Lapa, 29.​

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

As suspeitas de infecção pela Covid-19 foram abordadas por agentes de saúde e encaminhados para testagem, nas próprias estações. Em Pirajá, foram realizados 10 testes rápidos, com resultado negativo, e dois testes do tipo PCR, cujos resultados estão em processamento. Também em Pirajá, três funcionários da CTB fizeram os testes rápidos, com resultados negativos. Já na Lapa, foram realizados 29 testes rápidos, com 25 resultados negativos e quatro positivos, além de 11 testes PCR, que terão resultados divulgados nas próximas 48 horas. Os resultados dos exames coletados em PCR, que identifica a causa da infecção, estão em análise na Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).​

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O monitoramento da temperatura dos passageiros por câmeras foi implementado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), por meio da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB) e com o apoio da CCR Metrô Bahia, com o objetivo de detectar pessoas possivelmente infectadas com a Covid-19. De acordo com o Diretor Presidente da CTB, Eduardo Copello, “a ação tem se mostrado positiva e atendendo às expectativas sobre a monitoração de passageiros assintomáticos e sintomáticos, além de prestar um serviço de extrema importância para a população que utiliza o metrô”.​

O secretário da Saúde, Fábio Vilas Boas, explica a importância do monitoramento nas estações. “Este monitoramento, além de ser uma tranquilidade para as pessoas que testam negativo, também oferece a oportunidade para quem testou positivo se cuidar e se isolar. Muitas pessoas nem percebem que estão febris, não apresentam outros sintomas, e por isso relaxam no isolamento. Esses quatro passageiros que testaram positivo têm potencial de contaminar muitas outras pessoas, em casa ou indo ao supermercado, por exemplo. Agora, elas já sabem que estão contaminadas e que devem se isolar, e podem inclusive ser acompanhadas pelo sistema de monitoramento da Covid-19 pela Sesab”.

Da Redação, com colaboração*

Envie seu conteúdo para análise editorial: redacao@folhageral.com.br
Conheça as condições em https://www1.folhageral.com/termos-e-condicoes

Organizações se unem para divulgar informações sobre a Covid-19 no Brasil (Foto: Secom)

Na trincheira contra o apagão de dados da pandemia

(Imagem ilustrativa/Freepik)

4 benefícios de incluir soja na sua alimentação