em

TVE chega ao município de Brejolândia

Com investimento de R$ 702.800,15 mil, foram inauguradas, nesta terça-feira (2), em cerimônia virtual, mais cinco retransmissoras do sinal digital da TVE. No total, são 283.640 mil pessoas alcançadas pela programação da TV pública baiana nos municípios de Barra (canal 10.1), Bom Jesus da Lapa e Sítio do Mato (canal 10.1 – ambas beneficiadas com o mesmo sinal), Macaúbas (canal 10.1), Luis Eduardo Magalhães (canal 6.1) e Brejolândia  (canal 7.1). As cidades estão situadas nos Territórios do Velho Chico, Bacia do Paramirim, Bacia do Rio Grande e Bacia do Rio Corrente.

(Foto: Taiuri Reis)
(Foto: Taiuri Reis)

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou a importância de levar o sinal digital da TVE para toda a Bahia. “Nestas últimas semanas, estamos intensificando as inaugurações dos sinais digitais da TVE como uma proposta de beneficiar a população com uma programação de qualidade em um  momento que o isolamento social é fundamental. Trata-se de um conteúdo diversificado, que pode entreter e apresentar conhecimento para toda a família”, disse.

O diretor geral do IRDEB, Flávio Gonçalves, ressaltou o papel da TVE como difusora de um conteúdo de qualidade para os baianos. “É nossa função, enquanto TV pública, oferecer, por meio do que há mais de moderno em equipamento, um conteúdo de qualidade. São produções próprias, além de parcerias nacionais e internacionais. Trazemos uma programação com uma qualidade diferenciada para todas as idades”.

O lançamento virtual contou com a participação  de deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores, secretários e lideranças municipais, representantes de secretarias estaduais, gestores e professores da rede pública de ensino. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o deputado estadual Nelson Leal, elogiou a iniciativa da expansão da TVE para o interior. “Este foi um caminho acertado do Governo do Estado em levar o conteúdo da TVE para os municípios. Não há dúvida de que o momento é ainda mais condizente, devido a pandemia”, afirmou.

O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, falou da importância da rede pública nas regiões da Bahia. “Sabemos deste compromisso do Governo do Estado, mesmo com todas as dificuldades provocadas pela pandemia, de continuar a criar uma agenda positiva que beneficie a população. E isto vem garantindo que novas cidades recebam o sinal digital da TVE, que vai contribuir com conhecimento e informação”, enfatizou.

As novas estações de retransmissão digital do sinal da TVE no interior do Estado também já foram inauguradas nos seguintes municípios: Feira de Santana, Ipiaú, Ipirá, Guanambi, Juazeiro, Jequié, Ilhéus, Itabuna, Barreiras, Itamaraju, Prado, Teixeira de Freitas, Ribeira do Pombal, Cachoeira, Brumado, Araci, Conceição do Coité, Serrinha, Biritinga, Teofilândia, Itaberaba, Irecê, Lapão, Presidente Dutra, Central, Xique-xique, Campo Formoso, Senhor do Bonfim, Itaetê e Paulo Afonso.

Programação – A TVE conta com conteúdos diversificados, que vão desde o jornalismo a shows, passando pelos esportes e programas infantis, educativos e culturais. A TV pública da Bahia vem firmando parcerias importantes e, recentemente, passou a exibir em sua grade, projetos audiovisuais realizados pelas universidades públicas estaduais e federais da Bahia, além de produções internacionais.

Alguns dos destaques da grade de programação do canal são os programas voltados para a preparação dos estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A TVE exibe de segunda a sexta, das 13h às 15h, o programa Estude em Casa, em parceria com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, além do programa Hora do ENEM, exibido nos mesmos dias, sempre às 18h.

A TVE é vinculada ao Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), que integra a estrutura organizacional da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC).

O PL 2.630/2020, conhecido como Lei das Fake News, deve ser votado hoje, 2 de junho (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Projeto de lei sobre fake news “coloca o checador numa berlinda”, diz Cristina Tardáguila

A deputada Bia Kicis (PSL) é alvo do inquérito das fake news, que investiga a participação de organizações e pessoas na produção e divulgação em massa de notícias falsas (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Investigada por fake news, Kicis contratou serviços de mídias sociais de apoiadores do governo