em

COVID-19: Com 14% de redução, Alagoas apresenta a maior queda percentual no consumo de energia no Nordeste, aponta CCEE

Ilustração. Foto: Pixabay

Alagoas foi o estado com maior redução proporcional de consumo de energia no Nordeste, desde que as medidas de isolamento social para contenção da Covid-19 começaram a vigorar no país, com redução de 14%, para 579 MW médios, de acordo com os dados apurados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Os dados são preliminares e comparam o período entre 18 de março e 10 de abril com as semanas de 01º a 17 de março, antes do início da quarentena. O levantamento considera a demanda do mercado cativo, em que o consumidor compra energia diretamente das distribuidoras, e do livre, que permite a escolha do fornecedor e a negociação de contratos.

(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

No país, a queda no consumo de energia no Sistema Interligado Nacional entre os dias 18 de março e 10 de abril foi de 10%. Já no Ambiente de Contratação Livre (ACL), a queda foi de 14%, ao passo que no Ambiente de Contratação Regulada (ACR), a demanda diminuiu 9%, queda menor pela redução da continuidade do consumo da classe residencial.

A indústria automotiva foi o segmento da economia que teve a maior queda no período, de 53%. Já o têxtil apresentou redução de 40%. Em seguida, destaca-se o setor de serviços, com redução de 34%. Manufaturados reduziram a demanda em 26%, enquanto o setor de minerais não-metálicos e o comércio tiveram queda de 19% e 13%, respectivamente.

PUBLICIDADE
(Foto: Divulgação)

Bahia tem 1645 casos confirmados de Covid-19​

(Imagem: Elói Corrêa/GOVBA)

Mais de 80 mil estudantes da rede estadual já receberam o vale-alimentação estudantil na BA