em

Fiscalização destrói gaiolas e armadilhas apreendidas no oeste baiano

Mais de 130 gaiolas e armadilhas foram destruídas e descartadas no Aterro Sanitário de Barreiras

Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação

A Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras realizou nesta manhã de terça-feira (17), a etapa final da operação de combate à captura de animais silvestres com a destruição de mais de 130 gaiolas e armadilhas apreendidas pela 45ª Operação de Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco (FPI do São Francisco) nos municípios do Oeste baiano. A ação ocorreu no pátio da Garagem Municipal com utilização de rolo compressor, inutilizando as gaiolas e armadilhas que foram descartadas no Aterro Sanitário.

A FPI é coordenada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) através do Núcleo de Defesa da Bacia do São Francisco (NUSF), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) e pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec-BA), em conjunto com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, mais 30 órgãos e ONG´S parceiras. O coordenador municipal de educação ambiental, Ronaldo Ursulino explicou que na região foram expedidos notificações de crime ambiental, recuperadas aves silvestres e animais do bioma cerrado que foram devolvidas a natureza e as espécies com ferimentos foram encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres-Cetas de Vitória da Conquista.

“Nestes 15 dias de operação, foram diagnosticados inúmeros casos de crime ambiental. Foram apreendidos as armadilhas e gaiolas, que estamos destruindo e também foram devolvidos ao meio ambiente as aves e animais silvestres que estavam em cativeiro, além da constatação de crimes ambientais em algumas propriedades da região. O trabalho da Operação de Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco – FPI continua, e estamos sempre em parceria buscando preservar o bioma cerrado e proteger o Velho Chico e seus afluentes, assim, minimizando os impactos para o meio ambiente e a população que depende do rio”, disse Ursulino.

A operação na Região Oeste aconteceu de 25 de novembro a 05 de dezembro, priorizando atuação nas imediações do Rio Grande abrangendo 13 municípios, que foram previamente estudados por uma equipe multidisciplinar. Foram vistoriadas as cidades de Barreiras, Angical, Baianópolis, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley.

Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras (BA) destrói gaiolas e armadilhas apreendidas pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE


Patrocinador
Loading...
PUBLICIDADE
Ilustração. Foto: Arquivo/Folha Geral

Exercícios que ajudam a engravidar

De forma geral, situação dos açudes do semiárido é crítica. Foto: Milena Kury/Funceme

Seca grave avança no Nordeste, aponta Monitor