in

Os 5 maiores apagões que mudaram a vida do Brasil

Conheça quais foram os maiores incidentes brasileiros que provocaram queda no fornecimento de energia elétrica nos estados brasileiros More

É realmente difícil imaginar a vida sem energia elétrica. Volta e meia, na região em que moramos, cortes pontuais no fornecimento de energia são suficientes para nos deixar incomodados com a longa espera. Nesse momento, muitos serviços essenciais, como por exemplo hospitais, precisam acionar os seus geradores de energia.

Porém, e quando o apagão é generalizado? Existem diversos casos na história brasileira de falhas nos sistemas que fornecem energia que deixaram milhões de pessoas no escuro. O mais emblemático de todos eles foi o ocorrido em 2009, que deixou mais de 90 milhões de pessoas sem energia elétrica não apenas no Brasil, mas também no vizinho Paraguai.

As razões que levaram a essas panes de energia são muitas. Elas vão desde problemas causados por condições meteorológicas adversas até a falhas de segurança ou rompimento de cabos. Muitos críticos do sistema nacional apontam ainda a falta de investimentos como um dos fatores que contribuíram para que esses apagões ocorressem.
Porém, felizmente, mesmo no pior dos cenários, a interrupção no fornecimento de energia elétrica nunca superou as oito horas. Todos os estados brasileiros, pelo menos uma vez, já foram atingidos por esses blecautes. Neste artigo, listamos os 5 maiores apagões que mudaram a vida do Brasil. Você se lembra deles?

1 – Apagão de 17 de setembro de 1985
O apagão que aconteceu no dia 17 de setembro de 1985 é considerado uma das primeiras grandes falhas no fornecimento de energia elétrica no país. Incidentes como esse já ocorriam desde 1971, mas essa foi a primeira vez que um deles atingiu uma grande escala atingindo um total de sete estados e mais o Distrito Federal.

Estima-se que pelo menos 12 milhões de pessoas tenham sido afetadas no dia fatídico, incluindo moradores dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Goiás, São Paulo, Rio Grande do Sul, Espírito Santo. O blecaute ocorreu devido à queda de um elo da subestação de São Roque e durou cerca de 30 minutos.

2 – Apagão de 11 de março de 1999
O blecaute do dia 11 de março de 1999, na ocasião, se tornou o maior apagão do Brasil. Aliás, o termo “apagão” se tornou popular também nessa época. Nada menos do que onze estados brasileiros e mais o Paraguai ficaram sem luz na noite de uma quinta-feira após uma falha na subestação de Bauru, no interior de São Paulo.

No total, mais de 76 milhões de pessoas ficaram sem luz por intervalos de tempo que variaram entre 40 minutos até 6 horas. Foram afetados municípios das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Segundo o Ministério de Minas e Energia a razão do incidente foi uma redução nos níveis de segurança e manutenção da subestação.

3 – Apagão de 21 de janeiro de 2002
A região Centro-Sul do Brasil foi atingida por um novo blecaute no dia 21 de janeiro de 2002. Na ocasião, pelo menos 10 estados ficaram sem energia elétrica em razão do rompimento de um cabo na linha de transmissão de energia que liga a Usina Hidroelétrica de Ilha Solteira à subestação de Araraquara, no interior de São Paulo.

O apagão teve início por volta de 13h30 e muitos municípios só foram ter a luz reestabelecida por volta das 18h30. O estado de São Paulo foi o mais afetado pelo apagão. Estima-se que 84% da população ficou completamente “no escuro” por cerca de 4 horas. No Mato Grosso, outro estado bastante afetado, 78% dos consumidores ficaram na mão.

4 – Apagão de 10 de novembro de 2009
O apagão registrado no dia 10 de novembro de 2009 é considerado até hoje o maior da história do Brasil. Nada menos do que 90 milhões de pessoas ficaram sem luz depois que condições meteorológicas adversas provocaram uma falha em três linhas de transmissão provenientes da Usina Hidroelétrica de Itaipu.

No total, quatro estados brasileiros ficaram completamente sem luz enquanto outros quatorze tiveram um corte parcial de energia. Além disso, 90% do território do Paraguai também ficou ás escuras. Em algumas localidades, demorou cerca de 7 horas para que a energia elétrica voltasse enquanto em outras cidades em menos de 1 hora a luz foi reestabelecida.

5 – Apagão de 10 de fevereiro de 2010
Fechando a nossa lista, vale mencionar ainda outro incidente envolvendo o fornecimento de energia elétrica. No dia 10 de fevereiro de 2010 vários estados das regiões Norte e Nordeste também ficaram sem luz durante algumas horas. Em algumas cidades a queda foi rápida: apenas dois minutos. Em outras, levou duas horas até que a energia fosse estabelecida.

A causa do problema até hoje não foi identificada. A Eletronorte informou que uma pane não identificada na transmissão Norte-Sul ocasionou a queda. Já o Operador Nacional do Sistema Elétrico indicou que a pane ocorreu na linha de transmissão que interliga o Norte e o Nordeste, provocando um efeito em cascata.

Desde então, foram registrados outros apagões em grande escala, mas limitados a áreas menores do país, como apenas no Nordeste, em 2013, ou apenas em Porto Alegre, em 2014. De qualquer forma, a incidência de situações como essas têm diminuído nos últimos anos, o que é uma boa notícia para todos nós brasileiros. Mas, as empresas que não podem depender da calmaria da natureza ou da segurança dos cabos que sustentam a energia no país, costumam recorrer a locação de geradores que garantem a estabilidade de energia mesmo no pior dos cenários.




Sugerido por MGID
Loading...

Folha Geral é um portal/jornal/revista online conhecido no Brasil e no mundo por abordar os principais assuntos do cotidiano nacional e internacional.

Deixe uma resenha

AneliseTaleb, Solange Frazão, Monica Salgado, Dra Kátia Volpe, Helo Pinheiro e Lalá Noleto

Helô Pinheiro, Lívia Andrade e Solange Frazão prestigiam evento em clínica médica em SP

Coca-Cola Brasil

Adiantamento do plantio simbólico em Bom Jesus da Lapa