em

Carol Ferreira, ex-apresentadora de canal erótico, se lança no mercado da música com mesmo arranjador musical de ‘Evidências’

Cantora desde os 12 anos, ela conta que a carreira musical ‘estava adormecida’ e que não tem arrependimento algum por ter trabalhado em um canal adulto. Seu EP será lançado no dia 17 de julho e terá Julinho Teixeira nos arranjos e direção, e Cau Mendes na produção musical

Carol Ferreira
Carol Ferreira. Foto: Edgar Maciel/Divulgação

O rosto conhecido de Carol Ferreira pode chamar a atenção de alguns, afinal ela esteve por seis anos como apresentadora de um programa na televisão. Mas, o que para muitos será novidade, é que a mineira, de 36 anos, além de ter o dom da locução, também usa sua voz para cantar, e de uma forma bastante empolgante e romântica. Ela comandou um programa de entrevistas no canal adulto Sexy Hot até 2010 e voltará aos holofotes neste ano se lançando na carreira da música, e com composições próprias. O primeiro EP da artista chegará às plataformas digitais, nas rádios e no Youtube no dia 17 de julho, e conta com uma produção de peso. Ela terá Julinho Teixeira, que foi arranjador de vários sucessos, entre eles “Evidências”, como seu arranjador no trabalho.

Para a estreia na música, Carol disponibilizará três canções, duas delas composições próprias – “Cheiro do Mato” e “Por quanto tempo” – e uma versão de um autor português, Miguel Araújo, chamada “Os Maridos das Outras”, que também ganhará um videoclipe lançado também no dia 17. Uma quarta canção, “Não Dá”, também versão portuguesa, será lançada em breve, também como parte do EP.

O que para muitos será uma novidade, para a cantora – que iniciou na música aos 12 anos e passou parte da adolescência cantando na igreja – é um projeto que começou em 2008, quando ainda era apresentadora e compôs sua primeira música. Somente neste ano, Carol coloca em prática um sonho antigo.

“Também me inscrevi para o programa Popstar, que formou o grupo Rouge, e fui até a segunda etapa. O sonho de cantar profissionalmente estava adormecido em mim. Mas retomei esse projeto musical há seis anos e comecei a compor mais ainda, e falar de tudo nas minhas músicas, seja de amizade, de amor, de tristeza ou de pé na bunda. Hoje tenho 24 músicas registradas e separei duas para lançar neste meu primeiro EP. Para esse lançamento escolhi canções que trazem um mix de sentimentos e para vários momentos, seja animado ou mais romântico. Cada música tem uma proposta e eu estou na expectativa de ser tão bem recebida no mercado da música quanto fui na carreira de apresentadora”, conta Carol, que tem parceria da Playrec Stúdios para este trabalho.

O trabalho com Julinho Teixeira com o produtor Cau Mendes, aconteceu após a ajuda de outra famosa, a apresentadora e atriz Babi Xavier, que é amiga de Carol Ferreira, e apresentou os produtores para a cantora. “Ela tinha me falado do Cau Mendes há muitos anos e quando surgiu a oportunidade marquei uma reunião e deu muito certo. Por intermédio do Cau eu conheci o Julinho Teixeira, que é um arranjador musical maravilhoso. Foi aí que decidimos que Cau ficou como produtor musical e o Julinho como arranjador e diretor musical deste meu novo trabalho. Estou realizada”, diz a ex-apresentadora, que apesar de considerar ter uma pegada MPB, define um estilo musical próprio para suas canções.

Primeira apresentadora da história do Sexy Hot
É com orgulho e muita história para contar que Carol Ferreira – que na época de apresentadora assinava como Carolyne – se lembra dos seis anos que esteve no comando de um programa de entretenimento no canal adulto Sexy Hot. Ela revela que não tem arrependimentos algum da época e que nunca foi desrespeitada por falar sobre sexo abertamente na televisão.

“Eu fiz aquele trabalho com muita verdade e fui aprendendo a ser apresentadora ao longo do tempo. Eles foram como uma família pra mim e tudo que o Sexy Hot me proporcionou foi muito positivo. Eu vivi experiências e me diverti tanto que eu jamais poderia imaginar se não fosse o trabalho de apresentadora lá”, diz Carol, que revela não ter sofrido desrespeito na profissão: “Eu respeito para ser respeitada, e acho que isso fez a diferença.”

Carol conta que após trabalhar no canal passou a ser vista pelas pessoas como uma conselheira, e que muitos queriam dicas sobre o que fazer com seus problemas na cama. “Sempre falei de sexo com muita naturalidade, até acredito que por isso fui escolhida para ser a primeira apresentadora da história do Sexy Hot. As pessoas começaram a falar comigo nas ruas de sexo com muita tranquilidade e me consideravam como parte da intimidade delas. Pediam muitos conselhos”, se recorda a artista.

Agora na carreira musical, Carol espera que seu crescimento seja tão positivo quanto foi quando era apresentadora: “Eu quero fazer parcerias, e quero crescer gradativamente, assim como fiz quando era apresentadora. Quero muito evoluir na música e espero receber um bom retorno do público depois que lançar este meu primeiro trabalho.”

Lançamento do EP no dia 17 de julho nas principais plataformas digitais
Clipe “Os Maridos das Outras” lançamento também no dia 17 de julho




Sugerido por MGID

Loading...



Atriz burlesca, Larissa Maxine posa para a Sexy e revela intimidades

Atriz burlesca, Larissa Maxine posa para a Sexy e revela ser bi

Luizza Meirelles

Nova apresentadora do “Papo de Pijama” faz ensaio sensual de mulher gato 🔞