em de

Embaixadora fitness Karina Marin comenta tendências para 2018

Karina Marin
Karina Marin. Fotos: Dan Galic/M2 Mídia

Quer começar uma vida fitness no ano que está chegando? Conhecer as novidades da área e ver se alguma te ajuda a largar o sedentarismo? Conheça as tendências para aprimorar seus treinos. Especialista no assunto, a diva fitness, Karina Marin, fala sobre o que promete “bombar” no universo fitness em 2018.

Duas vezes vice-campeã mundial na categoria ‘Diva Fitness Pro’ da WBFF, o maior e mais glamoroso concurso de beleza e fitness do mundo, Karina Marin é embaixadora do evento no Brasil. A beldade analisou uma lista das 10 tendências divulgada pela American College of Sports Medicine (ACSM), maior organização de medicina esportiva na atualidade, e deu sua opinião e algumas dicas a respeito.

“A lista é vasta e bem curiosa, mas vou dar atenção a dois pontos que acredito que terão um futuro longo e brilhante no universo fitness: o HIIT (sigla em inglês para Treino Intervalado de Alta Intensidade) e o treino de força. Sou uma entusiasta dessa modalidade e pratico principalmente nas semanas que antecedem competições. O treino consiste em realizar um exercício à sua escolha (corrida, bicicleta, calistenia, etc) em intensidade máxima por um breve período de tempo, normalmente poucos segundos, seguido por um período maior do mesmo exercício em intensidade baixa ou repouso”, explica. “As sessões podem durar de 15 a 30 minutos, ou seja, dá resultado, não precisa ser feito necessariamente numa academia e se realiza em um curto espaço de tempo, deixando você livre para aproveitar a família ou se dedicar a outras atividades mais prazerosas ao invés de ficar se desgastando num treino moderado de uma hora ou mais. No entanto, o HIIT exige um certo preparo físico. Iniciantes devem procurar orientação de um especialista”, adverte.

“Outra tendência que merece meu respeito é o treino de força. Apesar de ocupar a quinta posição na lista, na minha opinião deveria estar entre as três primeiras. Quando a pessoa adota essa pratica ela descobre uma ótima maneira de perder peso, ganhar um corpo tonificado e mais firme, tudo que as mulheres querem e os homens também. Se você me perguntar se tenho medo de ficar enorme, masculinizada por amar esse treinamento eu vou responder que não, de maneira alguma. Quem me acompanha sabe que eu capricho nas cargas e ganhei com isso muita massa magra, pouca gordura, um condicionamento maravilhoso e um corpo fitness que já ganhou campeonatos internacionais”.

A atleta também deu um toque pessoal à lista. “Não está lá, mas é uma prática que já está muito difundida no meio fitness e posso dizer que vai chegar com tudo no ano que vem. É uma sigla também, AEJ (Aeróbico em Jejum). Os marombeiros e a turma do jejum intermitente são alguns de seus adeptos fervorosos. Como o HIIT, o AEJ também tem que ser curto (até 30 minutos), justamente por estarmos nesta condição (jejum), só que nesta prática a intensidade é baixa ou moderada, contínua, um pouco acima do confortável e sem interrupção. A frequência deve ser de 3 a 5 sessões por semana”, complementa a morena.

Da Redação na Bahia*

*Com colaboração de (jornalista, agência, assessoria ou especialista)

Pipoca da Prevenção

UNAIDS promove ação de prevenção em Salvador no Dia Mundial de Luta contra Aids

Pri Santtana

Pri Santtana acredita que obesidade é baixo auto-estima e ser fitness pode se tornar doença