em

Com home office consolidado, brasileiros têm interesse por empréstimo para renovação de casa

Segundo último levantamento da FinanZero, renovação de casa é a segunda maior motivação para os solicitantes de empréstimos, totalizando 20,61% e ficando atrás apenas das dívidas

(Imagem ilustrativa/Freepik)

A última edição do Índice FinanZero de Empréstimos (IFE) aponta que a intenção de pedir empréstimos para renovar a casa foi de 20,61%, em outubro, sendo a segunda maior motivação para a solicitação de crédito, ficando atrás apenas da quitação de dívidas, que representa 46,93%. Em terceiro lugar, há a intenção de tomar crédito para compras (17,54%), fator também comum para o período do ano com as compras para o Natal se aproximando. 

A pesquisa entrevistou 500 internautas entre os dias 28 de outubro e 4 de novembro. No total, 46% deles disseram que pretendem tomar um empréstimo nos próximos três meses – um aumento de 19% em relação ao mês anterior.

Período pode ser positivo para renovação de casa

Com o fim do ano se aproximando e a transição de um ano para o outro, a ideia de renovação se faz presente em muitos aspectos na vida dos brasileiros, incluindo a renovação da casa, por exemplo. As reformas, comumente, dão a sensação de algo novo, refletindo o recomeço e a chegada do próximo ano. 

Além disso, com a pandemia, as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa, inclusive com a modalidade de trabalho remoto sendo cada vez mais aceita. Por isso, as mudanças em casa se tornaram mais frequentes para adaptar os ambientes de acordo com as novas necessidades, deixando-os mais funcionais e confortáveis, e o final do ano pode ser um bom período para esse tipo de renovação. 

Para ter dinheiro para os gastos de uma reforma ou decoração de casa, as pessoas podem recorrer a modalidades de empréstimos disponíveis no mercado, que facilitam o acesso ao crédito, como o empréstimo pessoal que permite que o solicitante utilize o dinheiro com o que desejar. Contudo, é importante ponderar quais serão os gastos de fato para solicitar o crédito de forma condizente com as necessidades específicas, mantendo o planejamento financeiro em ordem para que seja uma mudança positiva em todos os aspectos para o próximo ano. 

*Este post foi criado por um colaborador. Envie seu post!

Avalie o conteúdo