em ,

Renault patrocina Festival de Teatro de Curtiba

A Renault é patrocinadora oficial do Festival de Teatro de Curitiba pela sétima vez consecutiva. Maior evento do gênero na América Latina, o festival começou nesta terça-feira (27) e vai até o dia 8 de abril. Durante esse período, serão realizadas mais de 400 atrações – entre produções teatrais, musicais, debates, palestras, oficinas e atividades gastronômicas –, reunindo artistas e público em mais de 90 espaços da capital paranaense e da região metropolitana da cidade.

“É um grande orgulho para a Renault apoiar o Festival, que transforma Curitiba em um grande palco. A ocasião se torna ainda mais especial pelo fato de, em 2018, completarmos 20 anos de fabricação no Brasil. Além de gerar emprego e renda, a Renault também participa da vida social do Paraná, apoiando importantes iniciativas culturais”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da marca.

Kwid e Captur
Durante o Festival de Teatro de Curitiba, a Renault também irá destacar seus mais recentes lançamentos: o Kwid e o Captur. Na ativação, o interessado deve postar uma foto diante de uma tela em que ele pode escolher o cenário (fábrica da Renault ou a cidade de Curitiba), um dos embaixadores da marca (a cantora Anitta, os atores Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa ou o personagem Robô) e o veículo de sua preferência: Captur ou Kwid. Basta postar a foto nas redes sociais para receber um brinde. A ação irá funcionar durantes os finais de semana de realização do Festival.

Sobre o Festival
Os ingressos para a 27ª edição do Festival de Teatro de Curitiba estão à venda pelo site www.festivaldecuritiba.com.br, pelo aplicativo “Festival de Curitiba 2018” e nas bilheterias instaladas no Shopping Mueller e ParkShoppingBarigüi. O valor dos ingressos varia de gratuito a R$ 70. Há 384 sessões grátis e 138 no sistema “pague o quanto vale”, em que o público escolhe o quanto paga.

Luca Moreira

Este conteúdo é de inteira responsabilidade do autor.

Nat Tanajura

Nat Tanajura tira a roupa em casa de swing: “é bom variar o cardápio”

livros, literatura, book-1659717_1280

A importância da literatura luso-brasileira na educação