in

Escolas mobilizam estudantes em ações pedagógicas de prevenção ao suicídio

Georgina Amarelo Colégio Estadual Georgina de Melo. Foto: Divulgação

Os estudantes estão sendo envolvidos em uma série de atividades pedagógicas nas escolas estaduais relacionadas à Campanha do Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio. A campanha na rede estadual foi lançada nesta semana pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), por meio do programa Saúde do Professor, e a Secretaria da Saúde do Estado (SESAB) com o objetivo de promover uma maior compreensão e conscientização sobre o problema e prevenir o suicídio. Dentre as ações que serão realizadas, durante todo o mês, estão palestras com especialistas, a exemplo de psicólogos e assistentes sociais, além da abordagem do tema por meio das linguagens artística e cultural.

Georgina Amarelo Colégio Estadual Georgina de Melo. Foto: Divulgação
Georgina Amarelo Colégio Estadual Georgina de Melo. Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (4), os estudantes do Colégio Estadual Abdias Menezes, localizando na cidade de Vitória da Conquista (509 km de Salvador), participaram do projeto “Todos pela vida”. A iniciativa será realizada até sexta-feira (6), envolvendo rodas de conversas, dinâmicas de relaxamento e palestra com psicólogos. Um dos temas abordados, nesta quarta, foi o controle da ansiedade.

A estudante Kevelyn Gomes, 18 anos, do 9º ano do Ensino Fundamental, falou sobre a participação no projeto. “É muito importante falar sobre o suicídio, pois desta forma podemos ajudar a quem está passando por problemas e combater o bullying, que também causa transtornos em muitos jovens. Eu estou muito feliz de participar, precisamos saber que a vida não pode parar, temos que superar as dificuldades de cabeça erguida”, destacou.

Já no Colégio Estadual Pedro Ribeiro, localizado no bairro de São Caetano, em Salvador, houve um relato de experiência de uma jovem que falou sobre momentos de angustia e de como conseguiu superar. “Eu já atentei contra a minha vida, mas, no hospital que eu estive internada, fiz amizade com dois pacientes e conversamos muito. Dias depois eles faleceram, mas deixaram em mim a mensagem de que a vida é linda e que temos que superar as dificuldades lutando. Depois dessa experiência, resolvi me fortalecer e buscar ajuda médica. Eu superei, obtive apoio de minha família e passei a dividir esta experiência com os colegas como forma de ajudar a quem passa pelo mesmo que eu passei”, contou K.F, 16 anos.

Somos todos extraordinário CEAM - Vitoria da Conquista. Foto: Divulgação
Somos todos extraordinário CEAM – Vitoria da Conquista. Foto: Divulgação

Além das ações nas escolas, serão veiculadas palestras virtuais com diversos temas, todas as terças e quintas-feiras de setembro, sempre às 14h30 pelo link: (www.telesaúde.ba.gov.br). Outra ação nas escolas é a divulgação do Núcleo de Estudo e Prevenção do Suicídio (Neps), da SESAB. O serviço, que integra o portfólio do Centro de Antiveneno da Bahia (Ciave), atua na prevenção de suicídios e na redução de reincidências da tentativa destes eventos. A equipe do núcleo é formada por enfermeiros, psicólogas, terapeutas ocupacionais, psiquiatras e estagiários de Psicologia, que atendem pacientes de todas as idades. O acesso ao serviço se dá através de demanda espontânea ou por casos de tentativa de suicídio identificados em emergências. As atividades do núcleo foram iniciadas em 1991 e, atualmente, o núcleo é referência na Bahia e no Brasil. As ações do NEPS incluem orientação aos pacientes e familiares, e, também, a preparação de equipes de Saúde.

Georgina Amarelo Colégio Estadual Georgina de Melo. Foto: Divulgação
Georgina Amarelo Colégio Estadual Georgina de Melo. Foto: Divulgação

Sobre o Setembro Amarelo

No Brasil, o “Setembro Amarelo” foi criado em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), com a proposta de associar a cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). A ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa.

*Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Antes de comentar, leia os Termos e Condições de Uso.

Deixe sua opinião

PUBLICIDADE

Loading...
Foto: Divulgação

Casa TIM 5G é destaque no HackTown 2019

Walter Pinheiro. Foto: Carol Garcia/GOVBA

Pré-Sal: Estado da Bahia poderá receber R$ 1 bi de recursos da cessão onerosa