em

Por que fazer um plano de negócios é fundamental para a sua empresa?

Entenda qual a importância e como realizar um plano de negócio para o seu empreendimento

Ilustração (Foto: Freepik)

Dar início a vida de empreendedor no Brasil não é uma tarefa fácil. Segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), a maioria das empresas fecha antes de completar dois anos de funcionamento.

Uma das maiores razões dos fracassos desses empreendimentos está na falta ou em um planejamento de negócios mal feito. Para planejar o futuro de qualquer companhia, é essencial conhecer a melhor conta para MEI, além de entender como o mercado funciona e quais são os produtos e ações que você deve tomar como empreendedor.

Através de um plano de negócios bem estruturado é possível atingir bons resultados e garantir a boa saúde financeira do seu empreendimento.

O que é um plano de negócios?

Grande parte dos novos empreendedores enfrentam muitas dificuldades nos primeiros meses porque não fizeram um bom planejamento. Na maioria das vezes, o que leva a esse cenário é o desconhecimento sobre como elaborar um bom plano de negócio.

É muito difundida a imagem de que abrir uma empresa é fácil, basta ter uma boa ideia, encontrar um ponto comercial e estar ciente dos custos. Entretanto, a realidade mostra que não é bem assim. Para aqueles que buscam evitar riscos, realizar o planejamento do futuro do empreendimento é essencial.

Dessa forma, o plano de negócios é a melhor ferramenta que o empreendedor tem para delinear um retrato do mercado e do produto. É através desse plano que será possível obter informações detalhadas sobre os produtos, serviços, clientes, concorrentes, fornecedores e pontos fortes e fracos do seu ramo.

Com todo esses dados em mãos é possível viabilizar as ideias para o seu negócio, além de fazer uma gestão mais completa da empresa. Nesse contexto, um plano de negócios nada mais é do que um documento no qual se encontram descritos os objetivos de uma empresa e quais ações devem ser tomadas para alcançá-lo.

A elaboração desse plano auxilia na diminuição dos riscos e incertezas, visto que permite identificar e restringir os erros ao papel, evitando que sejam cometidos no mercado.

Qual a importância do plano de negócios?

É importante destacar que fazer um plano de negócios é extremamente indicado tanto para quem está abrindo um negócio quanto para quem está ampliando um empreendimento. Ou seja, não são apenas os novos empreendedores que devem ficar atentos na hora de planejar o futuro.

Também vale a pena mencionar que apenas a realização de um plano de negócio não elimina automaticamente todos os riscos de um empreendimento.

A elaboração desse documento apenas evita que muitos erros sejam cometidos pela falta de análise, diminuindo as incertezas de um empreendimento, mas não zerando o risco do fracasso.

Um bom plano de negócio visa:

  • Organizar as ideias durante o início de um novo empreendimento;
  • Orientar a expansão em empresas ativas;
  • Apoiar a administração do negócio, seja em estratégia ou em números;
  • Facilitar a comunicação entre sócios, colaboradores, investidores, fornecedores, parceiros e clientes;
  • Captar recursos financeiros ou humanos.

Como fazer um plano de negócio?

O pontapé inicial de um bom planejamento é descrever os aspectos da sua empresa, incluindo, principalmente, os diferenciais competitivos, visando despertar o interesse do leitor.

Em seguida, é necessário realizar uma análise de mercado, já que é fundamental tomar conhecimento dos concorrentes, fornecedores e clientes do seu empreendimento.

Ao definir o público-alvo e qual a melhor maneira possível de alcançá-lo, é possível economizar recursos e atingir seu objetivo de forma direta. O próximo passo de um bom planejamento é pensar no posicionamento ideal para o seu produto. É importante entender e saber o real valor do seu produto, no preço e na qualidade.

Não se esqueça que quanto mais você souber do valor do seu produto, maior será sua chance de convencer outras pessoas a comprá-lo. Após concluídas essas etapas, está na hora de entender a melhor forma de colocá-las em prática. Esse é o momento de elaborar os planos operacional e financeiro.

O plano financeiro deverá dar conhecimento ao empreendedor de quanto deve investir para concretizar os objetivos do negócio. Assim, devem ser estimados os custos iniciais, despesas, receitas, capital de giro e fluxo de caixa.

Já o planejamento operacional deve levar em conta tudo o que deverá ser adquirido para que a empresa seja efetivamente aberta. Ou seja, aluguel, reforma do espaço e também taxas de registro.

Após detalhar tudo, seu planejamento de negócio está pronto. A partir de agora fica bem mais fácil projetar os objetivos e planejar as ações para o crescimento de qualquer empresa. Aproveite para pensar em tudo que pode dar errado durante o processo e se antecipe!

PUBLICIDADE


Patrocinador
Loading...
PUBLICIDADE
(Foto: Divulgação/Saeb)

SAC distribui 74 mil preservativos em postos da capital e RMS

Ação de combate a perdas Embasa em Barreiras (Foto: Divulgação/Embasa)

Embasa promove trabalho de combate a perdas e ligações clandestinas em Barreiras