em

Quais são os tipos de requeijão disponíveis no mercado?

Entenda a diferença entre as opções disponíveis no mercado e escolha com propriedade a melhor para o seu plano alimentar

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Acompanhamento de muitas refeições, na torrada de manhã, no recheio de uma massa e até para passar no pão de queijo. O requeijão é um dos laticínios mais consumidos na culinária brasileira e pode incrementar muitas receitas. Mas nem sempre é a opção mais saudável.

Você que está buscando uma alimentação mais saudável, se deparou com todos os tipos de requeijão e agora não sabe qual levar para casa? Entenda a diferença entre as opções disponíveis no mercado e escolha com propriedade a melhor para o seu plano alimentar!

(Imagem ilustrativa/Freepik)
(Imagem ilustrativa/Freepik)

Qual a principal composição do requeijão?

O requeijão é um produto de origem animal, derivado do leite, com proteínas e gorduras em sua composição. Algumas de suas substâncias como cálcio, ferro e potássio colaboram em manter nosso corpo saudável, melhorando o sistema imunológico e fortalecendo os ossos e músculos.

As opções encontradas no mercado variam na quantidade de gordura, ausência de lactose e variações na receita. Por isso, a dica primordial é sempre se atentar ao rótulo dos produtos e consumir com moderação.

Requeijão tradicional

Essa é a opção mais consumida que contém os ingredientes da receita original. Muitas marcas oferecem o requeijão tradicional com uma variação de preço próxima. Fique atento: intolerantes à composição, como a lactose do leite, e pessoas com restrições calóricas não podem utilizar o requeijão tradicional em suas refeições.

Requeijão light

Light significa que esse requeijão contém 25% a menos de algum ingrediente da receita, como gordura, sódio e proteínas. Leia o rótulo e converse com o seu nutricionista para entenderem a necessidade de incluir essa opção no plano alimentar.

Requeijão diet

Esse requeijão foi desenvolvido para as pessoas que têm exigências alimentares específicas, como os diabéticos, ou estão em restrição de carboidratos ou gordura para controlar o peso.

Sem lactose

A opção de requeijão sem lactose foi introduzida no mercado para atender o público que é alérgico ou intolerante a esse açúcar presente no leite. Antes de começar a consumir esse produto, converse com seu médico e nutricionista.

Zero lactose light

Esse requeijão foi feito pensando em quem não pode entrar em contato com a lactose e se encontra em uma dieta para perder peso, por exemplo. Essa opção apresenta uma redução do valor energético e gorduras quando comparado com o tradicional.

Dicas de consumo do requeijão

O requeijão é versátil e acessível, por isso é ideal para preparar lanches, torradas e saladas frias. Também pode ser excelente para deixar ainda mais saboroso uma massa ou rechear kibes ou pizzas. O requeijão também pode ser usado em doces fits.

O requeijão e suas diversas opções são acessíveis para diversos públicos. Por isso, o mais importante é consumir com moderação! Gostou desse post? Compartilhe com os amigos e continue lendo muito mais sobre culinária e bem-estar!

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Diferenças entre cerveja artesanal e industrializada

(Imagem ilustrativa/Freepik)

Receitas com muçarela para o dia a dia