em de

O sucesso do conceituado seriado American Gods e a estreia da segunda temporada

A primeira temporada de American Gods foi um sucesso não apenas de crítica, mas também de audiência. Com uma história inteligente e que aborda diferentes temas, como tecnologia, cultura e globalização, o seriado construiu uma grande base de fãs. Em 2019, o segundo ano da série promete continuar a história de Shadow Moon, ao meio de uma guerra entre figuras de crenças antigas e novas.

Produzida pelo canal americano Starz, o seriado conseguiu fazer sucesso em diferentes países, inclusive no Brasil. Um dos motivos foi a presença dele na plataforma de streaming da Amazon, a Prime Vídeo. Segundo o portal de seriados CinePop, cada episódio de American Gods teve mais de 5 milhões de espectadores. Além de ter conseguido, apenas na estreia, cerca de 975 mil pessoas acompanhando, um número recorde para o canal.

Criada por Bryan Fuller e Michael Green, ela também conseguiu bons resultados vindo das críticas. Por exemplo, o portal Rotten Tomatoes mostra que 84% das pessoas que assistiram American Gods gostaram dos episódios. Outro site online, e que conta com uma média das críticas, é o MetaCritic. Ele calcula uma nota de 77 pontos para o seriado, levando em consideração todos os reviews feitos por jornais e sites do ramo.

O reconhecimento veio também com duas indicações aos Emmys, além de outras premiações menores. A série é baseada no livro Deuses Americanos de Neil Gaiman, que também faz parte do time de produtores, como explica o portal Cabana do Leitor. A expectativa, tanto de audiência como de críticas, é que a segunda temporada seja outro sucesso com a história cativante.

História cheia de enigmas

Na primeira temporada de American Gods, que estreou em abril de 2017 e contou com oito episódios, nós conhecemos a história do personagem principal Shadow Moon. Ele é um detento que, após três anos, finalmente se vê livre da prisão. Na volta para casa, conhece o enigmático Mr. Wednesday no avião, e recebe uma oferta de emprego como segurança. Pouco depois, recebe a notícia da morte de sua esposa, Laura Moon, em um acidente de carro.

O seriado mostra que Laura e Shadow se conheceram em um cassino, durante uma tentativa dele em passar a perna na mesa de blackjack. Ela, que trabalha como crupiê, avisa para que ele não continue a tentar tirar proveito da situação. Pelas regras de blackjack encontradas no portal Betway, é possível entender melhor o que o personagem de Shadow fez de errado na hora das apostas. Ele tentou trocar as fichas, mesmo após a rodada começar.

Eles acabam se apaixonando e se casam, até a morte dela quando ele é solto da cadeia. Shadow passa a andar com Mr. Wednesday, como uma espécie de segurança, e começa a presenciar situações pouco comuns. Por exemplo, em um episódio ele conhece Mad Sweeney, que consegue criar moedas de ouros com as mãos. Com o passar da história, nós descobrimos que essas pessoas são na verdade deuses.

São dois grupos no seriado, os deuses antigos e os deuses mais novos. O primeiro representa as crenças que foram levadas para os Estados Unidos por imigrantes, ou seja, tradições de outras terras e com origens antigas. Já o segundo grupo, é a cultura mais atual, como a globalização, a tecnologia e a mídia. Existe um confronto de interesses entre eles, já que os mais recentes estão tomando o espaço e a crença das pessoas.
Guerra e segunda temporada

Na primeira temporada, o seriado mostra que a intenção de Mr. Wednesday é buscar apoio de outros deuses antigos para iniciar uma guerra contra os mais novos. Dessa forma, o mundo entraria em choque e as pessoas voltariam a acreditar em tradições mais antigas. Ele, na verdade, é a figura de Odin, a mitologia nórdica que busca no poderoso martelo a solução dos problemas no mundo.

Porém, durante a história, Shadow joga uma moeda na cova de Laura e consegue dar vida ao corpo da antiga esposa. Ela descobre a situação em que ele está, e também fica sabendo que Mr. Wednesday é o responsável por tudo que aconteceu na vida dos dois, inclusive a prisão do ex-marido. No entanto, ela não consegue arranjar tempo para explicar a situação e sofre por não poder recuperar a vida que tinha antes.

No final da primeira temporada, a deusa Easter aprova a ideia de Mr. Wednesday e toma a estação primavera do mundo como refém. O resultado disso, e de um possível confronto, será possível conferir apenas na segunda temporada, que estreou no dia 10 de março e vai até 28 de abril, com oito episódios que devem explicar como será essa guerra entre deuses antigos e novos. Os seres humanos são meros coadjuvantes.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Redação - Conteúdo Especial ★

Conteúdo fornecido por colaboradores não representam a opinião do portal

PUBLICIDADE
Helen Ganzarolli e Priscila de Sá

Helen Ganzarolli prestigia nova coleção de roupas da Loja Priscila de Sá

Seinfra limpa mais de seis mil bocas de lobo em dois meses

Seinfra limpa mais de seis mil bocas de lobo em dois meses