em de

Internet lenta? Saiba o que fazer quando a velocidade contratada não é atingida

internet lenta, lesma, conexao ruim
Foto: Proteste

Todos nós sabemos que hoje em dia a internet é um serviço essencial. Isso porque grande parte das nossas tarefas conseguimos fazer online, desde pagamento de contas até cursos, contratação de serviços, trabalhos, etc.

Apesar disso, a seguinte situação ainda é muito comum: você contrata o serviço de Internet banda larga com a promessa de grande velocidade, mas ao utilizar o serviço, nota lentidão. Para não ser enganado pela operadora, você precisa testar a sua conexão, e identificar se a velocidade contratada é diferente da que está sendo fornecida.

De acordo com dados da ANATEL (Relatório de Qualidade da Banda Larga Fixa 2017), as operadoras entregaram apenas 65% da meta de qualidade estabelecida para a Internet Brasileira. Desta forma, o consumidor acaba ficando na mão quando mais precisa do serviço.

Saiba quais são os seus direitos

De acordo com os artigos 16 a 18 da Resolução nº 574/2011 da ANATEL, as prestadoras de serviço de Internet são obrigadas a garantir ao consumidor metas relativas à velocidade da Internet de acordo com o que foi contratado. Tais metas correspondem a 80% da Taxa de Transmissão média, que se refere à média mensal aferida; e 40% da taxa de transmissão instantânea, ou seja, aquela aferida pontualmente em uma única mediação.

Exemplo: Ao contratar um pacote com velocidade de 1 Mbps, a velocidade de conexão nunca pode ser inferior a 400 Kbps (40%), que é a transmissão instantânea; e a média da velocidade ao longo do mês não pode ser inferior a 800 kbps (80%), que é a transmissão média.

Em razão disso, é importante ficar atento às falhas na prestação do serviço de internet, que comumente são praticadas por operadoras que oferecem velocidade inferior à contratada, fazendo com que você pague por um serviço não usufruído.

Velocímetro Proteste
Foto: Divulgação

Não deixe de medir a velocidade da sua conexão

Sempre faça testes de velocidade para identificar qualquer “velocidade enganosa”, que retrata uma má prestação do serviço, além de um descumprimento na entrega da velocidade ofertada pela operadora.

O ideal é medir a velocidade diariamente, preferencialmente durante 01 mês, no período de 10h às 22h, guardando o comprovante do fornecimento inadequado do serviço. Não aceite ser enganado! Acesse agora o velocímetro da PROTESTE, descubra a real velocidade da sua conexão e conte com a nossa ajuda para fazer valer os seus direitos.

Teve problema? Veja o que fazer

Caso enfrente transtornos devido à baixa velocidade de internet, exija o cumprimento de seus direitos, conforme o artigo 20 do Código de Defesa do Consumidor e os artigos 16 a 18 da Resolução nº 574/2011 da ANATEL. Além disso, registre a sua reclamação no canal Reclame da PROTESTE ou ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo número 0800 282 2204 e conte conosco para resolver seu problema.

Fonte: Proteste

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE
NorteShopping - Emoji

Parque Emoji chega ao NorteShopping em agosto

Marcos Maurício

SINDPOC exige do Governador Rui Costa que apure as denúncias contra o Superintendente de Inteligência da SSP