em de

No Dia da Internet Segura, CGI.br, NIC.br e SaferNet debatem a construção de uma Internet mais positiva

Evento será no dia 5 de fevereiro, em São Paulo, com inscrições gratuitas e participação de especialistas de diferentes setores

Ilustração. Foto: Pixabay

No dia 5 de fevereiro, Dia Mundial da Internet Segura (SID, Safer Internet Day, em inglês), o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), em conjunto com a SaferNet Brasil, promovem encontro em São Paulo para discutir o uso seguro, ético e responsável da rede. Representantes de empresas, da comunidade científica e tecnológica, do terceiro setor, do Governo e especialistas da área jurídica debaterão temas como a desinformação, a alfabetização mediática e a construção de uma Internet mais positiva, entre outros assuntos. O evento é aberto à participação de todos os interessados, que devem inscrever-se por meio do endereço: http://www.safernet.org.br/site/sid2019/. As vagas são limitadas.

O Dia da Internet Segura acontece simultaneamente em mais de 100 países com o envolvimento de indivíduos e organizações, para ações de conscientização, orientação, autocuidado e promoção do uso seguro da Internet, e no exercício da cidadania on-line. No Brasil, mais de 40 atividades já foram identificadas, em diversas cidades, pela SaferNet, que as divulgará durante o evento em São Paulo. Também divulgará estatísticas sobre denúncias recebidas em 2018 pela Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos, especialmente de casos relacionados à cyberbullyingsexting (vazamento de imagens íntimas) e pornografia infantil. No evento ocorrerá o lançamento do livro “Instruções para um futuro imaterial”, de Stefano Quintarelli, traduzido para português pelos pesquisadores Ricardo Abramovay e Rafael Zanatta.

Ainda sob o tema global “Juntos por uma Internet mais Positiva”, as discussões promovidas pelo CGI.br, NIC.br e SaferNet também abordarão temas como a inteligência artificial, segurança digital e o futuro das políticas públicas de educação, as novas iniciativas do setor privado para a segurança digital, bem-estar e engajamento cívico dos usuários, e o bem-estar e saúde emocional em tempos de conexão constante.

“Uma das características importantes do evento é o fato de reunir diferentes visões e perspectivas a partir da participação de especialistas de diversos setores. É uma oportunidade para analisar quais são os principais desafios relacionados ao uso seguro e responsável da Internet, e também para entender o que podemos fazer como cidadãos, e também de forma coletiva, como sociedade”, diz Demi Getschko, diretor presidente do NIC.br.

A partir do portal Internet Segura, o NIC.br reúne materiais educativos produzidos para crianças, adolescentes, pais e responsáveis, pessoas acima de 60 anos, educadores; técnicos e materiais de interesse geral. Entre as publicações mais recentes, estão o Guia #Internet com Responsa Vai às Compras, que detalha os cuidados necessários para uso do comércio eletrônico, e o Guia #Internet com Responsa na sua Sala de Aula, com orientações para os professores sobre uso responsável da Internet. Todos os materiais estão disponíveis gratuitamente para download no portal: https://internetsegura.br/.

“É fundamental debater estratégias que incentivem a produção de conteúdo positivo para ocupar o espaço do discurso de ódio que tem sido persistente e causado danos”, reforça Thiago Tavares, presidente da SaferNet e membro do CGI.br. A SaferNet promove ainda, no Dia da Internet Segura, o programa Youth@SID.brvoltado aos adolescentes e jovens de 15 a 29 anos que realizam atividades em suas cidades e ajudam a amplificar as ações de conscientização para uma Internet mais positiva, utilizando as recomendações e dados do Canal de Ajuda, do canal de denúncia, dos materiais educativos e do curso a distância para educadores.

Dados sobre uso seguro da Internet

A recente edição da pesquisa TIC Kids Online Brasil, do CGI.br, do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do NIC.br, aponta que pais e responsáveis cada vez mais empregam estratégias de mediação, que apresentaram um crescimento importante ao longo dos últimos anos. Entre elas, explicar o que os filhos podem fazer caso algo na Internet os incomode ou aborreça (de 37%, em 2012, para 73%, em 2017), ensinar formas de usar a Internet com segurança (de 56%, em 2012, para 79%, em 2017), e ensinar como se comportar no relacionamento com outras pessoas na Internet (de 58%, em 2012, para 84%, em 2017). Acesse a pesquisa na íntegra: https://cetic.br/pesquisa/kids-online/indicadores.

Anote na Agenda
Dia da Internet Segura 2019

Data: 5 de fevereiro (terça-feira), a partir das 9h
Local: Auditório Edifício Bolsa de Imóveis
Av. das Nações Unidas, 11541, Mezanino, São Paulo, SP
Agenda e inscrições: http://www.safernet.org.br/site/sid2019/
Endereço da transmissão on-linehttps://www.youtube.com/NICbrvideos

Jornalistas: para realizar o credenciamento, confirme presença com Carolina Carvalho no telefone (11) 3027-0226 ou pelo e-mail: ccarvalho@webershandwick.com; ou Ana Jones no telefone (11) 3027- 0200 r. 312 ou pelo e-mail: ana.jones@webershandwick.com.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (http://www.nic.br/) é uma entidade civil, de direito privado e sem fins de lucro, que além de implementar as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil, tem entre suas atribuições: coordenar o registro de nomes de domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil — CERT.br (http://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — Ceptro.br (http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação — Cetic.br (http://www.cetic.br/), implementar e operar os Pontos de Troca de Tráfego — IX.br (http://ix.br/), viabilizar a participação da comunidade brasileira no desenvolvimento global da Web e subsidiar a formulação de políticas públicas — Ceweb.br (http://www.ceweb.br), e abrigar o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br

O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.

Sobre a SaferNet Brasil

SaferNet é a ONG referência na promoção e defesa dos direitos humanos na Internet no Brasil. Atua na educação e orientação de crianças, adolescentes, jovens, pais e educadores sobre uso responsável e seguro da Internet. Criou e coordena a Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos e o Helpline.br, canal de ajuda online que orienta vítimas de violações de direitos na rede. Desde 2009 coordena o comitê organizador do Dia Mundial da Internet Segura no Brasil. Mais informações: http://www.safernet.org.br/.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: U4FJXY7TLEPVTET e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em São Paulo*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE
Peixe Urbano

Peixe Urbano abre vagas de emprego para três cidades do Brasil

Bolsonaro critica ‘América bolivariana’ em Davos