em

Provedores regionais sustentam o crescimento de 1,17% da banda larga em janeiro

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil registrou 29,1 milhões de contratos de banda larga ativos no país no primeiro mês de 2018, Os números indicam um aumento de 336,4 mil contratos (+1,17%) no mês de janeiro de 2018 em relação a dezembro do ano passado.

Nesse período, os provedores regionais de banda larga fixa, empresas não ligadas a grandes grupos nacionais ou às concessionárias de telecomunicações, tiveram aumento de 290,8 mil contratos em operação (+6,80%). Assim, os provedores regionais registraram crescimento 3,5 vezes maior do que a soma de todos os grupos com evolução positiva (BT, TIM, Cabo, Algar Telecom, e Claro). A maior redução percentual foi apresentada pela Sercomtel com menos 9,7 mil contratos (-4,31%) e em número absolutos a maior retração foi da Oi com menos 22,0 mil contratos (-0,35%).

Nos últimos 12 meses, o Brasil registrou 2,2 milhões (+8,37%) de novos contratos de banda larga fixa, sendo que os prestadores independentes apresentaram crescimento de 1,6 milhão (+52,52%). Dessa forma, essas empresas tiveram um aumento 72,56% maior do que a soma dos demais grupos que também registraram crescimento (Sercomtel, Tim, Sky, Cabo, Algar Telecom, Claro e Vivo). Destaque-se que a Sercomtel, apesar da redução de janeiro de 2018 em relação à dezembro de 2017, apresentou nos últimos 12 meses o maior crescimento quantitativo e percentual, 47,9 mil novos contratos (+28,55%). Reduções foram apresentadas pela Oi, menos 138,1 mil contratos em operação (-2,15%), e BT, menos 2,5 mil (-9,25%).

O Distrito Federal e mais 19 estados apresentaram crescimento em janeiro de 2018 quando comparado com dezembro de 2017. A liderança ficou com Santa Catarina, aumento de 92,5 mil contratos de banda larga fixa (+7,42%), seguida do Rio Grande do Sul, 49,0 mil (+2,74%), e do Maranhão, 6,8 mil (+2,52%). São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, estados com o maior número de contratos em operação, apresentaram aumento de 119,2 mil (+1,20%), 45,5 mil (+1,4%) e 25,0 mil (+0,87%), respectivamente.

O crescimento de contratos de banda larga fixa foi positivo para todas as unidades da federação nos últimos 24 meses. A liderança no crescimento percentual foi alcançada por estados nordestinos: Maranhão com mais 56,0 mil (+25,51%), Rio Grande do Norte com 63,0 mil (+22,72%) e Ceará com 128,1 mil (+21,22%). São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais apresentaram crescimento de 463,1 mil novos contratos (+4,84%), 160,6 mil (+5,29%) e 274,5 mil (+10,43%).

Os dados de banda larga fixa de janeiro de 2017 estão no Portal da Anatel.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: U4FJXY7TLEPVTET e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE
Cristiano e Paula Vaccari em Orlando

Cristiano, dupla com Zé Neto, curte dias de férias em Orlando

Oficina da FIEPE em Petrolina discute as mudanças na reforma trabalhista

Oficina da FIEPE em Petrolina discute as mudanças na reforma trabalhista