em

Sexóloga explica a verdade sobre 13 superstições sexuais

Alimentos afrodisíacos funcionam? Todas as mulheres têm orgasmos múltiplos? O Ponto G realmente existe? Veja essas e outras dúvidas respondidas!

Sexóloga explica a verdade sobre 13 superstições sexuais / Foto: Thinkstock
Sexóloga explica a verdade sobre 13 superstições sexuais / Foto: Thinkstock

Se você ainda tinha dúvidas de que o sexo, de fato, rejuvenesce, esqueça-as! Uma pesquisa feita pelo Royal Edinburg Hospital, na Escócia, chegou à conclusão de que as pessoas que fazem sexo regularmente aparentam ser 5 a 7 anos mais novas que a idade real. O estudo, divulgado esse mês, analisou ainda que o prazer é um fator crucial para a “manutenção” da juventude.

A pesquisa durou 10 anos e contou com a participação 3.500 homens e mulheres europeus e americanos, com idades entre 20 e 104 anos (a maioria tinha média de idade de 45 a 55 anos). Todos os entrevistados foram observados por meio de um espelho unidirecional por um grupo de seis juízes, que adivinhou a idade dos indivíduos.

A conclusão geral foi a de que o fator mais importante para a aparente jovialidade dos voluntários é uma vida fisicamente ativa e, em segundo lugar, ter uma vida sexual vigorosa. A pesquisa indicou ainda que fazer sexo, incluindo a masturbação, pelo menos três vezes por semana, seria suficiente para conferir o benefício de uma aparência mais jovem, isto é, de 7 a 12 anos a menos que sua idade cronológica.

Os especialistas descobriram também que a atividade sexual que “tornaria o indivíduo mais jovem” é mais eficiente quando faz parte de um bom relacionamento com uma parceria fixa em vez de sexo frequente com parceiros múltiplos e/ou ocasionais. As razões estariam ligadas a benefícios, como a queima de calorias, tonificação dos músculos pélvicos e liberação de endorfina e hormônios que nos fazem sentir bem. Além do mais, pessoas que fazem muito sexo costumam se cuidar mais para continuarem atraentes.

A sexóloga e ginecologista brasileira, Carolina Ambrogini, que coordena o Projeto Afrodite, um centro de sexualidade feminina do Departamento de Ginecologia da Unifesp, em São Paulo, acrescenta que, durante o ato sexual, algumas substâncias são liberadas no organismo principalmente quando a mulher atinge o orgasmo. “Hormônios como a endorfina e a serotonina, que levam ao bem-estar, fazem com que ela se sinta mais relaxada, calma e com uma sensação de felicidade”, explica a sexóloga.

 

Bom, essa dúvida você já tirou, mas e as superstições que costumam envolver o sexo? Quais? São inúmeras! Alimentos afrodisíacos funcionam? Todas as mulheres têm orgasmos múltiplos? O Ponto G realmente existe? Os homens conseguem atingir um orgasmo sem ereção? Sexo durante a menstruação não engravida mesmo? Por que essas dúvidas se perpetuam?

“Estas crenças são de ambos os sexos, são ensinamentos passados culturalmente, já que ninguém fala e sabe muito sobre sexo, estas crendices se perpetuam”, comenta a sexóloga que responde 13 questões sobre superstições sexuais. Informações MSN Brasil.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: U4FJXY7TLEPVTET e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE

Propaganda com Nana Gouvêa é vetada pelo Conar

Notícia falsa sobre a morte de Carlos Alberto de Nóbrega circula na internet