em

Belivaldo participa de abertura da Feira de Sergipe

Governo do Estado apoia mais uma edição do evento que deverá estimular a economia criativa, destacando o artesanato e as manifestações artísticas de Sergipe

Belivaldo participa de abertura da Feira de Sergipe
Foto: Victor Ribeiro/ASN

Na noite desta terça-feira (16), o vice-governador Belivaldo Chagas esteve presente na abertura da tradicional Feira de Sergipe, promovida pelo Sebrae, com o apoio do governo do Estado. A 17ª edição da Feira acontece na Praça de Eventos da Orla de Atalaia, no período de 16 a 28 de janeiro de 2018. O evento tem como principal proposta divulgar a cultura sergipana, com destaque para os grupos folclóricos e os artistas da terra, além de criar um ambiente favorável para os empreendedores do segmento de artesanato realizarem negócios e prospectarem mercado.

O superintendente do Sebrae, Emanoel Sobral, avalia de forma positiva o novo formato do evento. “Nós passamos dois anos sem realizar a Feira, e isso foi até bom para repensarmos o formato. Hoje, nós estamos com cem estandes, todos eles de artesanato, fora a parte gastronômica, através do Polo Gastronômico de Sergipe. Estamos com artesãos selecionados através de edital público, e todos eles com a carteira de artesão fornecida pelo NAT. Ao repensarmos, optamos por fazer uma feira menor, mas que realmente procurasse o que a nossa economia criativa, o que o nosso estado tem de bom para mostrar. Cultura, Artesanato e Gastronomia durante os treze dias de Feira, para que a população sergipana e os nossos turistas possam vir conhecer o que nós temos de melhor”, considerou.

Para o vice-governador, um evento como esse favorece o estado e o empenho do Sebrae merece destaque. “Fazemos questão de parabenizar o Sebrae pelo esforço. Após um intervalo de dois anos, retorna com a Feira, agora num formato diferenciado, mas acima de tudo, valorizando a prata da casa: a cultura, o artesanato e os diversos grupos folclóricos que estarão aqui se apresentando. Um evento como esse faz com que o turista que visita Sergipe se sinta satisfeito e, automaticamente, acabe valorizando mais”, enfatizou Belivaldo Chagas.

Belivaldo participa de abertura da Feira de Sergipe
Evento acontece este ano de 16 a 28 de janeiro na Praça de Eventos da Orla de Atalaia. Foto: Victor Ribeiro/ASN

Estrutura

No espaço montado, foram instalados 117 estandes, sendo 98 deles voltados para o artesanato, 11 fazem parte da praça de alimentação – integrantes do Polo Gastronômico de Sergipe – e oito estandes institucionais do Sebrae e entidades parceiras. Para a artesã Marinalva, do município de Ribeirópolis, a Feira ajuda a divulgar o trabalho realizado por tantos artesãos sergipanos.

“Trabalho com artesanato há cerca de 30 anos, começando com o crochê, com o tempo consegui abrir uma pequena loja na minha cidade e hoje vendo até para fora do estado. Já participei vários anos da Feira e agora voltei, porque o Sebrae é um grande parceiro nosso. A expectativa é ótima nesses próximos dias de evento, principalmente por conta dos turistas que estão na cidade. As vendas devem ser muito boas pois eles gostam do nosso artesanato. Aqui, no meu estande, nós oferecemos peças em crochê, bordados e patchwork”, afirmou.

E entre os turistas que visitavam a primeira noite de Feira, Aparecida Melo, do interior de São Paulo, apreciava com as amigas as peças expostas. “É a nossa primeira vez em Sergipe e estamos encantadas e muito felizes de estarmos aqui. Percebemos que a capital é uma cidade maravilhosa, tudo muito limpo e organizado, a cultura muito rica. Aqui na Feira, pudemos conhecer trabalhos artesanais belíssimos”, destacou.

Essa oportunidade de expor a riqueza cultural do estado, através da Feira, também foi ressaltada pelo prefeito de Aracaju. “É um momento muito importante, primeiro porque os municípios sergipanos têm a oportunidade de expor suas tradições, sua cultura. É um momento importante, também, porque fortalece a economia com a presença dos turistas, o que incentiva o desenvolvimento e o progresso. Estou muito feliz e satisfeito em prestigiar, e desejo que a gente possa, através de um esforço conjunto – Prefeitura, governo do Estado e todos os municípios juntos com o Sebrae, que é o órgão patrocinador dessa Feira -, fazer com que a nossa cidade cresça cada vez mais e se torne um polo de desenvolvimento econômico e de turismo”.

Além dos diversos tipos de artesanato em exposição durante os dias de evento, diariamente, sergipanos e visitantes da Feira de Sergipe poderão apreciar apresentações artísticas que irão reunir, nesta edição, mais de 1.700 profissionais de 23 municípios. E na noite de abertura, a programação contou com as apresentações de Robertinho dos Oito Baixos, Banda de Pífano Pilão de Pife, Quadrilha Junina Xodó da Vila e o cantor Sergival.

Presenças

Também estiveram presentes na abertura da Feira de Sergipe: o diretor presidente da Fundação Aperipê, Givaldo Ricardo; o secretário de Estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos de Sergipe, José Sobral; o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, José Augusto Pereira de Carvalho; o diretor presidente do Sergipetec, Manoel Hora; o secretário-chefe da Controladoria Geral do Estado, Eliziário Silveira Sobral; o diretor presidente da Codise, Eugênio Dezen; a vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino; o deputado federal Laércio Oliveira; o secretário municipal da Juventude e do Esporte, Jorge Araújo Filho e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo, Jorge Santana, além de empresários.

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

Feijão causa gases

Uma simples mudança no preparo do feijão pode melhorar os gases

Projetos de energia solar atraem cada vez mais investidores ao Norte de Minas Gerais

Projetos de energia solar atraem cada vez mais investidores ao Norte de Minas Gerais