em

Oficina da FIEPE em Petrolina discute as mudanças na reforma trabalhista

Oficina da FIEPE em Petrolina discute as mudanças na reforma trabalhista
Foto: Divulgação

As novas regras da reforma trabalhista já estão sendo praticadas, mas ainda geram muitas dúvidas. Nesta segunda-feira (26), o tema foi discutido em Petrolina (PE) em uma oficina promovida pela unidade regional da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEPE), com o advogado e professor de Direito da Faculdade Joaquim Nabuco, Alisson Tavares.

Com o título ‘Entendendo a Reforma Trabalhista’, o evento abordou mudanças como redução da jornada de trabalho, horas extras, novos contratos, férias e descontos na folha de pagamento. Alisson, que também é professor de cursos preparatórios para concursos, atuante no Tribunal Regional Federal da 5ª Região e palestrante da mesma oficina, no Recife (PE), diz que muitas pessoas estão resistentes à reforma e por causa disso dificultam o próprio entendimento sobre as novas regras.

Oficina da FIEPE em Petrolina discute as mudanças na reforma trabalhista
Foto: Divulgação

“Muitas vezes nos deparamos com situações em que elas [as pessoas] não olham a reforma em si, mas quem a efetivou. Isso dificulta, às vezes, a absorção de informações técnicas que estão sendo passadas. A reforma foi aprovada, está aí, e é indispensável que nos debrucemos sobre ela para analisar”, explica.

A estudante de Ciências Contábeis, Geisa Andrade, trabalha no Departamento de Pessoal de uma empresa. Uma das que mais interagiu na oficina, ela afirma que resolveu participar por motivos de qualificação profissional. “É uma forma de chegar na frente. O mercado de trabalho valoriza muito o conhecimento. Não é quem sabe há mais tempo, mas quem sabe mais e em primeiro. Por essa necessidade, vim procurar o curso”, conta.

Oficina da FIEPE em Petrolina discute as mudanças na reforma trabalhista
Foto: Divulgação

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) subseção Juazeiro (BA), Aderbal Vargas, também assistiu à oficina. Segundo ele, há muita discussão a ser realizada sobre a reforma trabalhista e a unidade regional da FIEPE cumpre um papel socioeducacional importante com essa iniciativa. “Tem muita coisa mudando e muita coisa para ser mudada, então a gente precisa buscar a cada dia estar mais informado. E essa proposta da FIEPE contribui muito no sentido de informar e esclarecer as pessoas”, ressalta.

Gestor regional da entidade, Flávio Guimarães conta que a expectativa inicial da FIEPE era atrair cerca de 30 pessoas para a oficina, mas a procura mais que dobrou o número de participantes. “Tivemos uma grande adesão de empresários, gestores, advogados, contabilistas, colaboradores de RH e autônomos, que tiraram dúvidas e interagiram bastante com o Alisson. O que nos leva a sair desta oficina com a sensação de dever cumprido e incentivados a promover outras”, conclui.

Oficina da FIEPE em Petrolina discute as mudanças na reforma trabalhista
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: U4FJXY7TLEPVTET e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE
processador com bonecos tecnico

Provedores regionais sustentam o crescimento de 1,17% da banda larga em janeiro

Terra Sem CEP - Jorge e Mateus

Jorge & Mateus emplacam todas as faixas do novo álbum no Top 100 das plataformas de música