em de ,

Hemoba cadastra doadores de medula óssea durante a Bahia Farm Show

Foto: Paula Fróes/GOVBA
Foto: Paula Fróes/GOVBA
Foto: Paula Fróes/GOVBA

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) está presente na Bahia Farm Show, em Luis Eduardo Magalhães, no oeste baiano. Em um estande montado no evento, a fundação realiza o cadastro de doadores de medula óssea. Os interessados podem comparecer ao espaço até sábado (1º), das 8h às 17h, portando um documento oficial com foto.

Para realizar o cadastro, o voluntário precisa ter de 18 a 55 anos e estar em boas condições de saúde. “A compatibilidade é de um em cada 100 mil cadastrados. Essa região da Bahia é muito específica. O nosso banco de doadores não tem tantas amostras dessa região, que tem imigrantes italianos e japoneses, por exemplo. Por isso esse cadastramento durante a Bahia Farm Show torna-se mais importante. Essa é uma feira de negócios e o maior negócio é a vida”, destacou a coordenadora da Hemorrede, Letícia Freitas.

Funcionário de uma das empresas expositoras na Bahia Farm Show, Emiliano Mellis fez o cadastro para ser doador de medula. “Eu acho muito importante fazer esse cadastramento porque é uma coisa que não custa nada para a gente e pode salvar uma vida. É a terceira vez que eu participo da feira. Está muito movimentada. Estou gostando muito”, afirmou Emiliano.

Durante todo o ano, no oeste do estado, o cadastro de medula óssea e a doação de sangue podem ser feitos no hemocentro em Barreiras.

Foto: Paula Fróes/GOVBA
Foto: Paula Fróes/GOVBA
PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE
Bahia Farm Show

Associação é criada na Bahia Farm Show para tratar da melhoria das estradas na Linha dos Pivôs

Ilustração. Foto: Reprodução

A relevância da individualização do cuidado na esclerose múltipla no SUS