em de

Escuta Territorial acontece em Jequié e Santa Maria da Vitória nesta terça-feira (19)

A escuta territorial que irá subsidiar a elaboração do Plano Plurianual 2020-2023 (PPA 2020-2023) acontece nesta terça-feira (19), a partir das 8h30, nos territórios do Médio Rio de Contas e Bacia do Rio Corrente, respectivamente nos municípios de Jequié, no Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Regis Pacheco e Santa Maria da Vitória, no Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Corrente. A atividade, coordenada conjuntamente pelas secretarias estaduais do Planejamento (Seplan) e de Relações Institucionais (Serin), será realizada no âmbito dos 27 Territórios de Identidade, através de reuniões ampliadas dos Colegiados Territoriais com representações dos segmentos institucionais, produtivos, sociais e econômicos. Na próxima quinta-feira é a vez dos territórios do Vale do Jiquiriçá (Amargosa), Sertão Produtivo (Caetité) e Velho Chico (Ibotirama).

A atividade, já realizada nos territórios do Extremo Sul, Médio Sudoeste, Costa do Descobrimento, Baixo Sul e Sudoeste Baiano, consiste no diálogo do Governo do Estado com atores sociais dos diversos segmentos dos Territórios de Identidade para indicação das prioridades na execução das políticas públicas.

O Plano Plurianual (PPA), que tem vigência de quatros anos, é um dos instrumentos legais de planejamento das políticas públicas. Nele, os gestores eleitos de todos os entes federados declaram sua visão de futuro, objetivos e diretrizes estratégicas, programas temáticos com indicadores, compromissos e metas para alcançá-los. Metodologicamente, o plano integra as dimensões estratégicas e táticas do planejamento governamental.

No que tange aos seus objetivos gerais, o PPA deve referenciar a gestão estratégica do estado, subsidiar a alta direção no rumo do projeto do governo e dar base para o monitoramento e avaliação das políticas públicas. O plano deverá ainda fortalecer o planejamento temático integrado, focar nos objetivos e ações do governo, territorializar as políticas públicas e comunicar de forma clara e objetiva as metas e compromissos de governo.

Metodologia

A metodologia da escuta territorial consiste na leitura e validação de uma série de propostas formuladas com base nos Planos de Governo Participativo (PGP), de Desenvolvimento Integrado (PDI) Bahia 2035 e Territorial de Desenvolvimento Sustentável (PTDS) e posterior eleição para escolha das 30 propostas a serem encaminhadas às secretarias de governo para análise e construção das metas e compromissos do PPA 2020-2023.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE
Francine Carvalho

Com decote ousado, Francine Carvalho, Musa da Tom Maior arrasa no Anhembi

Palestra sobre a Saúde e Segurança do Trabalho no eSocial

Saúde e Segurança do Trabalho no eSocial: a importância da regularização das empresas