em de

Agentes de saúde da Bahia recebem capacitação de diagnóstico de arboviroses

Chegada do verão faz Estado ampliar esforços para combater o avanço de doenças como Dengue, Zika e Febre Chikungunya

Capacitação Bahiafarma. Foto: Divulgação
Capacitação Bahiafarma
Capacitação Bahiafarma. Foto: Divulgação

A chegada do verão faz a Bahia aumentar os esforços para conter o avanço das arboviroses típicas da estação. Além de promover o combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como Dengue, Zika e Febre Chikungunya, o Estado também centra foco no diagnóstico rápido dos pacientes – medida que permite, além do tratamento eficiente e adequado, o monitoramento constante dos casos em cada região.

Nesta terça-feira (22), foi realizado, no auditório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), uma capacitação sobre o uso dos kits de diagnóstico rápido de Dengue, Zika e Chikungunya, produzidos pela Bahiafarma e distribuídos por todo o País pelo Ministério da Saúde.

Conduzido por profissionais da estatal baiana, o treinamento, dirigido aos técnicos da Divep e a gestores de alguns centros regionais de saúde do Estado, permitiu aos participantes conhecer os dispositivos como um todo, do método de fabricação à correta aplicação e leitura dos resultados, por meio de apresentações, vídeos e manuseio dos produtos.

Capacitação Bahiafarma
Capacitação Bahiafarma. Foto: Divulgação

“A ideia é que possamos realizar capacitações sobre os testes rápidos da Bahiafarma em todas as regionais de Saúde do Estado, o mais brevemente possível”, afirma o gestor da Coordenadoria de Doenças de Transmissão Vetorial da Divep, Gabriel Muricy. “É indiscutível a importância de um insumo de triagem para a estratégia de combate às arboviroses e queremos promover a capacitação para aferir mais qualidade no emprego deste insumo.”

Para o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, a aplicação correta dos testes rápidos tem papel fundamental no controle das doenças. “Além de ser importantes ferramentas de diagnóstico, que facilitam a intervenção médica, os testes rápidos possibilitam uma leitura precisa de como as doenças estão se desenvolvendo nas regiões afetadas, o que permite às autoridades públicas agirem para controlar seu avanço”, afirma.

Por esses fatores, o gestor lembra da importância de os pacientes procurarem auxílio médico para obter o diagnóstico correto assim que surjam sintomas que possam estar associados a Dengue, Zika e Febre Chikungunya. Os testes rápidos são realizados gratuitamente e podem ser encontrados em postos e unidades de saúde de toda a Bahia.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE
teste vocacional

Entenda como funciona um teste vocacional

Letícia Daniela

Letícia Daniela exibe boa forma de biquíni no verão