em

Rui defende união de esforços para solucionar abastecimento de água em Itabuna

Reunião sobre abastecimento de água em Itabuna. Foto: Mateus Pereira/GOVBA
Reunião sobre abastecimento de água em Itabuna. Foto: Mateus Pereira/GOVBA

“Vamos formar de imediato um grupo de trabalho com participação de membros da Prefeitura de Itabuna, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Embasa e Emasa para analisar o Plano de Saneamento de Itabuna e possibilitar a transferência para o Estado do abastecimento de água na cidade, que atualmente é feito pelo município”. A decisão do governador Rui Costa foi tomada em reunião nesta segunda-feira (15), na Governadoria, em Salvador, com os representantes de todos os órgãos envolvidos na solução do abastecimento de água em Itabuna.

O Estado só pode assumir o fornecimento de água da cidade após os ajustes do Plano de Saneamento, como questões relativas à validade jurídica. A partir de então, a Embasa assina contrato com as definições das ações emergenciais e o volume de investimentos.

Mesmo antes de assumir formalmente o abastecimento de água, o governo estadual já investiu cerca de R$ 10 milhões na cidade, entre construção de cisternas, poços, carros-pipa, além de repasse direto do dinheiro para o município.

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

Solange Couto visita clínica dermatológica em SP e aposta na eficácia do Ulthera

Eduardo Melo estreia em espetáculo de Marcelo Serrado