em

Enerray mostra na Intersolar South America seus projetos no Brasil

A Enerray do Brasil, empresa do Grupo Industrial Maccaferri, mostra as obras de parques solares que estão sendo construídos no Brasil e que vão gerar mais de 350 GWp

Construção da Usina Solar em Tabocas do Brejo Velho. Foto: Divulgação/Folha Geral
Construção da Usina Solar em Tabocas do Brejo Velho. Foto: Divulgação/Folha Geral

Entre dias 23 e 25 de agosto, a Enerray do Brasil, empresa especializada em energia fotovoltaica, subsidiária da SECI Energia da Itália (Gruppo Industriale Maccaferri), estará presente na Intersolar South America, em São Paulo, apresentando seus projetos de parques solares, sendo dois deles em fase de construção no Brasil.

Ambas as plantas estão localizadas na Bahia, município de Tabocas do Brejo Velho e gerarão, juntas mais de 350 GWp e a produção anual está estimada em 700 GWh. A primeira, denominada de Ituverava, está em construção desde dezembro de 2015 em uma área de 550 hectares e já foram cravadas aproximadamente 60.000 estacas de fixação dos 102.000 painéis fotovoltaicos o que significa a instalação de aproximadamente 50MWp. O recorde da Enel é de 10.000 placas instaladas por dia. A obra é um verdadeiro projeto logístico, com equipamentos saindo de diversos pontos do mundo e alimentando o projeto, que cresce a cada dia. A expectativa é de que 780 empregos sejam criados diretamente durante a construção e cerca de 20 outros durante a operação e manutenção. Só no canteiro de obras, estão alojadas 200 pessoas e são servidas mais de 2.000 refeições por dia. É o maior restaurante na região.

Esta é a maior usina solar da América Latina e uma das maiores usinas da Enel Green Power, a empresa italiana contratante de Enerray do Brasil. A usina é importante, pois ajudará a suprir à demanda constante de energia elétrica no país – que de acordo com estimativas vai aumentar a uma taxa média de 4% ao ano até 2020.

A Enerray estará também apresentando na feira sua nova planta, denominada Horizonte, que terá capacidade de produção de 104 MWp de energia. O lançamento oficial foi em junho de 2016 e a planta será instalada em uma área de 250 hectares e entrará em produção até o final de 2017. Sua produção anual estimada é de 200 GWh.

Segundo Thomas Kraus, diretor geral da Enerray do Brasil, os parques solares serão muito importantes para o munícipio, já que os cidadãos locais vão ter mais oportunidade trabalho e os impostos também estão sendo pagos ao município, além do comércio local poder fornecer bens de consumo e serviços de hotelaria, alimentos e bebidas, transporte de pessoal, todo o tipo de serviços públicos, serviços de manutenção, entre outros.

Kraus está proferindo uma palestra durante a Intersolar South America, com o tema “A experiência de campo brasileira: Geração FV centralizada” às 14h45 no auditório do evento.

A SECI Energia foi fundada em 2006 e concentra investimentos em empresas que operam no setor da energia, através de suas subsidiárias – Powercrop no setor da biomassa, Enerray em energia fotovoltaica, Sebigas no biogás, Exergia em matéria de recuperação de energia, bem como outras entidades em energia hidrelétrica e eólica. A SECI Energia fechou 2015 com um volume de negócios de 103 milhões de euros e 177 milhões de euros de produção.

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

Após parceira com Gusttavo Lima, cantor português Leandro pode cantar com Isa Santana

Vício em “Pokémon Go” pode trazer problemas graves aos profissionais