em de

Espetáculo “Zag, onde há fumaça, há fogo!” será apresentado em escolas de diversos estados

Espetáculo Zag. Foto: Grupo Komedi/Divulgação
Espetáculo Zag. Foto: Grupo Komedi/Divulgação

Ministério da Cultura, State Grid Brazil Holding e Komedi Projetos levam esta peça gratuitamente para 37 escolas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Mato Grosso e Ceará

Com o objetivo de levar arte, conscientização e entretenimento, o Grupo Komedi desenvolveu o projeto “Zag, onde há fumaça, já fogo!”, um espetáculo infanto-juvenil que mescla o universo lúdico da criança com questões sobre a preservação do meio ambiente. Patrocinado pelo Grupo State Grid Brazil Holding através da Lei Rouanet – MinC, o espetáculo será apresentado em diversas escolas públicas de todo país, abrangendo 5.000 crianças em 37 apresentações, todas gratuitas. Inicialmente o projeto será apresentado em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Mato Grosso e Ceará.

A peça traz à cena a lúdica história do extraterrestre Zag, um sujeito pequeno e verde, que vive feliz e sorridente, sempre pronto para fazer amizades. Ele vem do planeta Zig-Zag, onde todos vivem muito, e apesar de ter 370 anos, não passa de um menino. Por estar nos primeiros anos da escola, ele aproveita suas férias para viajar com sua nave espacial e conhecer novos planetas. Dessa vez, sua mãe pediu que ele viesse para a Terra, para conhecer nossos hábitos e costumes. Quando Zag estava se aproximando da Terra para fazer a aterrisagem, foi surpreendido por uma enorme nuvem cinza de fumaça e sua nave acabou entrando pela janela da casa de dona Miranda e de sua filha Marina. Imagine o susto delas!

Espetáculo Zag. Foto: Grupo Komedi/Divulgação
Espetáculo Zag. Foto: Grupo Komedi/Divulgação

Dona Miranda, muito influenciada pelos filmes de perigosos ET´s, já foi pegar uma vassoura para atacar o pobre do Zag. Mas Marina, bem mais tranqüila, tentou falar com ele, e logo notou que Zag era bonzinho.  Zag explicou que só estava visitando a Terra e comentou que uma nuvem de fumaça tinha feito sua nave cair. Marina explica que a fumaça é resultado das queimadas, e que isso acontecia sempre naquela região. Zag fica triste com a notícia, pois em seu planeta, mais evoluído, não existem mais queimadas.

Em “Zag, onde há fumaça, há fogo!”, o público escolar de 5 a 10 anos vai se encantar com uma trama muito divertida, repleta de música e situações engraçadas, vivendo momentos mágicos com o extraterreste Zag e sua amiguinha Marina.  A peça aborda temas como as queimadas e o desequilíbrio e danos no ecossistema de forma leve e divertida, mostrando aos pequenos os cuidados que devemos ter com as queimadas e com as torres de energia, os prejuízos e problemas causados em consequência disso, o cuidado que devemos ter com o meio ambiente.

Ficha Técnica:
Direitos Autorais: Sérgio Vale
Coordenação Geral: Sérgio Vale
Produtora Executiva: Fabiana Arthur Rodrigues
Assistente de Produção: Maisa Pessoa
Diretor: Adriano Veríssimo
Elenco: Charlene Chagas, Glaura Lacerda, Luh Quintans e Marcio Delucca

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Folha Geral, em Salvador*

*Com colaboração de (agência, assessoria ou especialista)

PUBLICIDADE

Governo assina convênios com Incra para o combate à seca

Musa da Porto da Pedra Gabi Miranda participa do clipe da música “Química” de Biel