em de

Entenda como funciona um teste vocacional

Mesmo com um ensino básico bem feito, os jovens tendem a ter muita dificuldade em escolher seu curso

teste vocacional
Ilustração. Foto: Divulgação

Ao fim do ensino básico, muitas pessoas se deparam com o dilema de escolher qual o caminho que vai integrar seu cotidiano pelo resto de suas vidas. Para quem fazia aula de língua portuguesa, história, matemática, biologia, há agora a necessidade de optar pelas diversas opções que o mercado oferece como ensino à distância, vestibular e curso técnico. E é neste contexto que o teste vocacional se apresenta como opção.

A indecisão dos jovens pode ter no teste uma resolução ou um encaminhamento. É uma possibilidade para abrir a cabeça de um estudante sem experiência profissional, que tem pouco contato com a realidade apresentada pelo mercado de trabalho. Alguns vão decidir por uma questão de interesse, aquilo que se gosta, e outros podem optar de acordo com seu desempenho, aquilo que tem aptidão.

O teste vocacional entra exatamente no meio dessa dúvida, analisando interesses e talentos. Todas os processos referentes ao descobrimento de uma carreira profissional, consonantes com o Conselho Federal de Psicologia, são bem elaborados. Vale ressaltar que os testes são apenas uma parte do processo, pois o trabalho ainda conta com um acompanhamento de um profissional, entrevistas e avaliações.

Somente o teste, como muitas pessoas fazem na internet, tende a não ser uma alternativa muito produtiva. O objetivo do processo é identificar características daquela pessoa o que não é uma tarefa simples. Assim, pequenos formulários em formato de quiz podem oferecer um resultado muito restrito e pouco reflexivo.

Para realizar o processo, o ideal é que o momento de escolha seja na época de adolescente ou início da fase adulta. As crianças podem passar por esse tipo de método, porém o resultado tende a não ter a mesma efetividade.

O resultado deve ser visto como uma ajuda, uma indicação. É mais um momento em que um profissional de psicologia pode ter um grande papel, pois o produto final deve apresentar a realidade do participante mas muitas vezes isso não acontece de forma tão clara. As possibilidades levantadas devem ser debatidas e estudadas, pois o ser humano é complexo e uma decisão tão importante precisa de reflexão. Aptidão para matemática pode representar um raciocínio lógico interessante para um curso de humanas, por exemplo.

Assim, o teste pode, sim, auxiliar um jovem em momento de forte indecisão. É importante estudar bastante o mercado de trabalho e refletir sobre si mesmo, a escolha é algo que estará presente todos os dias da vida, então muita calma e dedicação nessa escolha tão importante.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Redação - Conteúdo Especial ★

Conteúdo fornecido por colaboradores não representam a opinião do portal

PUBLICIDADE
Participação de Tito na FPA

Abapa incentiva a participação de parlamentar em Frente que defende a agricultura brasileira

Capacitação Bahiafarma

Agentes de saúde da Bahia recebem capacitação de diagnóstico de arboviroses