em de

5 atitudes que realmente ajudam alguém em luto

Ilustração. Foto: Pixabay

O momento do velório é sempre muito delicado. Vemos aquela cena triste da família em volta da urna fúnebre, as lindas mensagens nas coroas de flores, pessoas em pranto e ficamos sempre com muita dificuldade em saber lidar com esta situação.

Para ajudar neste momento, consultamos uma pessoa que perdeu sua esposa e que nos relatou o que realmente funciona neste momento, com dicas preciosas sobre o que dizer para alguém em luto.

1 – Compartilhe da sua experiência e como você superou.

Pessoas em luto ficam perdidas, com o sentimento de que aquela dor, aquele momento nunca irá passar, e isto é devastador. Eu me lembro que alguém mandou uma mensagem até curta para mim dizendo “Eu também perdi meu esposo, foi muito difícil, mas hoje estou bem. Vai ficar tudo bem.” Isto é muito confortante. Veja, o objetivo não é comparar ou narrar toda a sua dor e sofrimento, o objeto é dizer para a pessoa que “vai ficar tudo bem”, vindo de quem passou o mesmo que ela.

2 – Respeite os momentos de solidão.

Existem momentos, e não são poucos, que o enlutado precisa ficar sozinho. Ele poderá se trancar no quarto por horas, talvez até um dia inteiro. Pode não querer receber ninguém em casa. Pode querer sumir do mapa e não aparecer em nenhum evento social. E ele precisa disto. É muito importante que ele tenha estes momentos para chorar em paz, para não se preocupar em estar bonito ou cheiroso ou bem vestido. Ele quer só sofrer e lamentar a perda. Dê este espaço.

3 – Ofereça opções para quebrar os momentos de solidão.

Eu considero isto muito importante, pois existem ocasiões em que a pessoa quer estar só, mas em outras ela simplesmente precisa ver gente. Porém, é muito difícil se socializar novamente. Ela não tem vontade de sair ligando ou procurando pessoas para sair. Você precisará convidá-la. E até mesmo insistir um pouco, cuidando para não ser chato. E se ela disser não, tudo bem, continue convidando para outros eventos. Nunca pare de convidar, mesmo que tenha negado os últimos vinte convites. Uma hora ela irá ceder e fará um bem danado para ela.

4 – Ouça, ouça e ouça.

Você não faz ideia de quão importante é o seu silêncio. Só em você estar ao lado, em silêncio, disponível para ouvir ou para qualquer coisa, é tudo o que a pessoa precisa no momento. Não queira falar mais do que ela. Pessoas em luto sentem muita necessidade em falar, em colocar para fora. Mas se ela não falar nada, também não fique perguntando e forçando-a. Que fiquem ambos em silêncio, um ao lado do outro, por horas, que seja! Isto traz conforto, traz paz, mostra apoio de uma forma que você não faz ideia. Seu silêncio vale ouro!

5 – Fale de outros assuntos.

O assunto do enlutado será sempre o luto e a pessoa que partiu, não tem jeito. Mas chega um determinado momento que ele começa a sentir necessidade de conversar sobre outras coisas, banalidades, rir e tudo mais. Puxe estes assuntos, principalmente em grupo. No começo ele não irá participar, ficará meio avoado, sem ter muito o que opinar ou talvez nem irá rir das piadas, mas é um processo muito importante. Ele precisa sentir que a vida está continuando, que tudo vai ficar bem e que as coisas irão voltar a ser como era antes.

Se você colocar isto em prática, certamente estará ajudando muito esta pessoa em luto. Porém, também é preciso ter muito cuidado com o que não fazer ou dizer. Dê uma lida nestas 5 coisas para não se dizer a alguém em luto e fique ainda mais preparado para lidar com esta situação e ser um ótimo ombro amigo.

PUBLICIDADE

Publicidade

Teste grátis por 14 dias. Se você gostar, assine utilizando o cupom: LC3JQAWPE3XK74E e ganhe 20% de desconto durante 1 ano. Saiba mais em: Conheça o G Suite



Loading...

Da Redação - Conteúdo Especial ★

Conteúdo fornecido por colaboradores não representam a opinião do portal

PUBLICIDADE
Produção de algodão - Fazenda Busato

Entidade baiana se posiciona contra a sobretaxação de impostos para o setor agrícola

fotos, smartphone-381237_1280

TIM oferece dicas de como fazer boas fotos com o smartphone nessas férias